Conheça os 20 jovens mais inovadores do país em 2015

Lista traz empreendedores que fizeram diferença em 2015 e que vão continuar impactando o mercado em 2016

Avatar

Por Júnior Borneli

23 de dezembro de 2015 às 12:43 - Atualizado há 4 anos

A revista Super Interessante, da Editora Abril, trouxe uma matéria com a lista dos 20 jovens mais inovadores do Brasil, segundo o MIT (Massachusetts Institute of Technology). Na lista estão jovens que se destacaram por suas empresas e pelo impacto causado por elas na sociedade.

Alguns dos nomes da lista estiveram presentes em diversos eventos do StartSe em 2015. Conheça quem são eles:

Tallis Gomes, fundador do Easy Taxi, maior aplicativo de táxis do mundo com 17 milhões de usuários.

Cláudio Trindade, criador de um dispositivo intraocular milimétrico que melhora a visão de pacientes com astigmatismo ou problemas na córnea causados por cirurgia de correçãode miopia.

Ronaldo Tenório, fundador da Hand Talk, ferramenta que traduz textos e voz para a linguagem de libras. Foi vencedor de prêmio de inclusão social na ONU.

Anielle Guedes, criadora da Urban3D, que usa impressoras 3D para construir moradias de baixo custo para a população carente.

Fábio Piva, idealizador do Auto-Checkout Descentralizado, uma espécie de “Sem Parar” para lojas físicas, eliminando filas e facilitando o pagamento através de smartphones.

Mateus de Mendonça, da New Hope Ecotech, empresa que rastreia e organiza o lixo. Através de um aplicativo as pessoas localizam pontos de coleta seletiva e monitoram os resultados das cooperativas de reciclagem.

Tales Gomes, criador da Plataforma Saúde, empresa que traz soluções para diagnóstico precoce para diabetes, hipertensão e doenças cardíacas.

Daniele Brants, da Guten News, sistema que traduz notícias de jornais para a linguagem infantil, gerando jogos, missões e atividades interativas para as crianças.

Marcelo Cicconet, criou um aplicativo de música que ajuda músicos experientes e iniciantes a desenvolverem suas habilidades a partir de padrões científicos.

Diego Aranha, criou o site vocefiscal.org. Depois de identificar falhas nas urnas eletrônicas, ele criou ou site para que qualquer pessoa possa auditar o resultado das eleições.

Felipe Dib, da plataforma Você Aprende Agora, que traz mais de 700 aulas de inglês gratuitas, de três minutos cada. O negócio já evoluiu para outras línguas, como o espanhol, que já teve mais de 13 milhões de visualizações.

Eduardo L’Hotellier, fundador do GetNinjas, plataforma que conecta prestadores de serviço a clientes. Recebeu mais de 40 milhões de dólares em investimentos e tem mais de 100 mil profissionais cadastrados.

Eduardo Bomtempo, criador do Geekie, empresa dedicada a melhorar o aprendizado de alunos dos ensinos médio, fundamental e superior.

Luas Strasburg, desenvolvedor do Revo Foot, uma prótese ortopédica de baixo custo, feita a partir de matéria prima mais barata, incluindo até garrafas Pet.

David Schlesinger, fundador do Mendelics, empresa que oferece diagnósticos capazes de identificar doenças genéticas hereditárias. A empresa é parceira do Google Compute Engine, serviço de coleta e tratamento de dados do Google.

Gustavo Caetano, fundador da Sambatech, maior plataforma de vídeos da América Latina. É chamado, pela imprensa americana, de “Mark Zuckerberg brasileiro”.

Mario Adolfi, criador do HealthBI, sistema de gestão hospitalar que em 2013 foi considerado o melhor software digital do Brasil pela ONU.

Lorrana Scarpioni, criadora do Bliive, plataforma de troca de tempo livre. Usuários cadastrados oferecer serviços que podem ser pagos com a TimeMoney, moeda criada pelo site. Essas moedas são usadas para “comprar” o tempo de outros profissionais.

Alykhan Karim, fundador da Sonoma, plataforma de vinhos que mistura conteúdo e e-commerce com o objetivo de descomplicar o mundo dos consumidores de vinho.

Matheus Goyas, criador do AppProva, por onde mais de 1 milhão de pessoas já passaram. O serviço ajuda estudantes a se prepararem para provas como Enem e OAB.