Confira 5 dicas para universitários que querem empreender

Avatar

Por Juliana Américo

1 de junho de 2015 às 10:45 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – Os universitários estão cada vez mais interessados em abrir o seu próprio negócio. De acordo com o Estudo Guesss Brasil 2013-2014, de 12.561 estudantes ouvidos em 80 instituições de ensino superior, 7,9% pretendem criar o seu próprio negócio após formado.

Esse porcentual aumenta para 33,5% em um horizonte de cinco anos depois da graduação. Além disso, uma pesquisa realizada pela Endeavor e pelo Sebrae, apontou que de 4.911 estudantes de 70 universidades do país, 57,9% pensam em fundar o seu próprio negócio.

Já curtiu a nossa página no Facebook? Lá você fica sabendo primeiro sobre todas as novidades do mercado de startups e investimento-anjo. 

Logo não é difícil encontrar jovens empreendedores espalhados por aí. Felipe Cataldi, por exemplo, estava no último ano de faculdade em 2010 quando decidiu criar com o seu sócio, Luan Gabellini, a Betalabs, uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão empresarial, e-commerce e softwares sob medida em cloud computing.

Cataldi listou cinco recomendações  para jovens empreendedores que queiram criar uma startup ainda na faculdade e obter sucesso. Confira:

Tenha uma ideia aplicável
É normal que em um ambiente tão inspirador ao debate como a universidade surjam diversos temas. No entanto, seja pragmático, mantendo foco em algo concreto e que seja acessível para desenvolvimento.

Encontre o sócio ideal
Aproveite os muitos contatos para achar as pessoas certas para cada função na composição da empresa. “É importante ter diversas competências, desde o que mais entende de administração até o que conhece bem o produto”, afirma.

Defina o perfil da empresa
Utilize tudo o que leu e aprendeu para criar as missões e valores da companhia. A meritocracia, por exemplo, é uma forma baseada em trabalho duro e com possibilidades de crescimento rápido.

Mostre seriedade
A reputação de uma marca se constrói em anos e se perde em dias. Ser jovem e estar na faculdade não é uma desculpa para não se preocupar com cada demanda da empresa.

Não se apegue
Se, na prática, o produto que dá certo é bem diferente do idealizado no momento da abertura da empresa, não pense duas vezes em passar a focar seus negócios em cima dessa versão.