Como montar o time ideal para a sua startup?

Na última Conferência Nacional da Anjos do Brasil, André Barrence, Diretor do Google for Entrepreneurs, deu dicas sobre como tornar esse processo mais assertivo

Avatar

Por Anjos do Brasil

3 de julho de 2018 às 14:28 - Atualizado há 2 anos

É maravilhoso abrir um aplicativo ou site bonito, inteligente e fácil de usar. Mas, nem sempre pensamos que, para desenvolvê-lo, foi necessário um time igualmente incrível. Quando uma startup é criada, um dos pontos mais delicados é como criar esse tal time integrado que consiga executar o que a empresa propõe. Abaixo, trouxemos algumas dicas e reflexões que André Barrence, diretor do Google for Entrepreneurs (Google para Empreendedores), levantou na última Conferência Nacional da Anjos do Brasil, no final de 2017.

O primeiro ponto a ser considerado é a quantidade de funcionários que são necessários para trabalhar na startup. Reil Hoffman, um dos criadores do LinkedIn e do PayPal, introduziu um termo chamado Blitzscaling, que é um método para criar empresas que cresçam para a escala de mercados internacionais. A ideia é começar uma empresa de tamanho similar ao de uma família, com 2 a 3 pessoas e ir acrescentando pessoas ao time progressivamente, conforme as demandas aumentam. O ponto é entender a relação da receita que o negócio gera e a quantidade de funcionários necessários.

No entanto, há outras questões a serem levantadas, tão relevantes quanto o número de pessoas empregadas. Numa pesquisa que André cita, buscavam entender as razões pelas quais startups morriam. Primeiramente era por ela não endereçar um problema real ou o dinheiro acabar (muito provavelmente porque o problema não era tão relevante, então não houve demanda por produtos que o solucionassem). E logo abaixo, a causa mortis mais comum era o time errado, seguido pelo desentendimento com o time ou com investidores. Por isso, André sugere algumas dicas para analisar a capacidade do time de cumprir o que estão propondo:

Primeiramente, é necessário que os fundadores estejam alinhados quanto às expectativas do trabalho que vem a frente e, principalmente, clareza de visão: para onde estão indo com isso tudo? Se a visão não está clara para os fundadores, estará muito menos para os funcionários. Os valores e cultura da startup também são igualmente importantes. E isso vai muito além de definir se há necessidade de um dress code ou não. Suponha que um funcionário tem uma ideia sobre a resolução de algum problema que a startup enfrenta. Será que ele se sentiria confortável em fazê-lo? A decisão dele de se aproximar ou não dos fundadores e propor a ideia está intimamente ligada à cultura da startup.

Os valores também implicam nas considerações na hora da contratação, como o tipo de inteligência que buscam: a formação acadêmica de alto nível é imprescindível? Ou a experiência prévia do candidato e talvez o ânimo e a disposição da pessoa de aprender e crescer junto à startup também são válidos?

Diversidade é uma outra questão que, se não for relevante nos primeiros 10 funcionários, provavelmente não será enquanto a empresa for crescendo. Sobre isso, André comenta: “Diferentes visões ajudam a construir melhores produtos e melhores mercados”. Outro ponto relevante é lembrar ao candidato que trabalhar numa startup é construir coisas em meio à incerteza, e é bem diferente de trabalhar numa organização tradicional. A pessoa está disposta a isso?

É válido lembrar também que, principalmente nos estágios iniciais, a startup precisa de doers – pessoas prontas para colocar a mão na massa e fazer coisas que não necessariamente sejam relacionados ao seu trabalho. E, finalmente, confiança e transparência entre o time é fundamental. Não que dados sigilosos devam ser compartilhados com todos, mas, como foi dito antes, a falta de alinhamento interno pode comprometer a startup. André finaliza dizendo: “Não existe resposta fácil. Mas existem bons indícios de como os melhores times estão sendo construídos”.

Se interessou pelo tema? Em agosto, a Anjos do Brasil realizará o Congresso de Investimento Anjo e a programação, assim como os ingressos já estão disponíveis!

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store