Como escolher um nome vencedor para o seu negócio

Avatar

Por Júnior Borneli

3 de novembro de 2015 às 12:15 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Dar nome para o seu negócio é uma das tarefas mais importantes e mais complicadas que você vai experimentar durante a construção da sua empresa. A decisão errada pode levar um bom negócio para o buraco, enquanto a decisão certa pode fazer você chegar muito longe. Por isso, é importante saber responder a uma pergunta: por que alguns nomes de empresas são melhores do que outros?

Nos dias atuais, antes de considerar um nome, é preciso verificar algumas coisas: há um domínio de internet disponível para esse nome? Você pode usar o nome nas redes sociais? Pode você registrar esse nome, como marca?

Todos esses pequenos fatores são extremamente importantes, porque eles vão ajudar a compor, inclusive, a descrição do seu negócio. O assunto é tão complicado que há empresas especializadas em dar nome para outras, mas esse serviço pode custar até R$ 200 mil. Portanto, antes de deixar essa tarefa crucial para o seu negócio na mão de outras pessoas – e gastar uma boa grana – dê uma olhada nas dicas que nós trazemos aqui.

Para começar, pegue caneta e papel e comece a escrever. Deixe as ideias (boas e ruins) fluírem livremente para você fazer uma lista de palavras ou frases que vêm à mente quando está tentando descrever seu negócio. Uma vez que você tem uma lista inicial, comece a analisar mais profundamente as palavras e frases produzidas. Aqui estão alguns pontos importantes para quando você se deparar com um nome:

1. Fique longe de adjetivos “melosos” e trocadilhos que só você entende.

2. Evite nomes baseados em localização, você nunca sabe se a sua empresa vai expandir ou mudar.

3. Tente informar o que você faz em seu nome, mas sem ser objetivo demais.

4. Evite nomes inventados, complicadas demais. Grafias estranhas ou não convencionais são difíceis para as pessoas que procuram seu negócio pela internet.

5. Certifique-se o nome da empresa é possível de ser registrado e se há um domínio na internet possível de ser utilizado.

Sim, dar nome para um negócio é  realmente  difícil. Sua empresa é como seu filho e quando você vai dar um nome para o seu filho, o “encaixe” precisa ser perfeito, não é mesmo?  Por isso, tenha certeza de que é um processo difícil e que vai levar tempo.

Tente fazer uma placa de nomes (tipo aqueles murais para pendurar fotografias) de modo que você veja constantemente aquelas opções. Brinque com elas, usando cores, desenhos, etc.

Seu nome é o primeiro passo para a criação da sua marca, ele dará uma personalidade para a sua empresa e criará a sua identidade. A partir daí, tudo o que você fizer em relação a marketing fluirá muito bem.

Um recado do editor: 
Olá, tudo bem? Obrigado por ler mais uma matéria do StartSe, que fizemos com carinho para te ajudar a empreender melhor. Queria um segundinho do seu tempo para te mostrar este vídeo abaixo e ressaltar que um dos pilares do nosso portal é a educação dos nossos leitores.

Neste começo de novembro estamos promovendo mais uma edição do curso Startup de A a Z, que já foi feito por mais de 1.500 pessoas e cobre todo o processo de fundação da sua empresa, da validação da sua ideia até a captação de investimentos. Com ele, ajudamos os nossos leitores a não cometerem os erros que matam 99% das startups.

É nossa missão declarada estimular o ambiente empreendedor nacional e transformar nossos leitores em GRANDES empreendedores. Queremos que o próximo Bill Gates, Mark Zuckerberg seja brasileiro e que passe por nossos cursos. Por favor, dê uma olhada e não deixe de fazer o curso se ele te interessar. Basta se inscrever aqui.

Obrigado,

Felipe Moreno, editor do StartSe