Como construir um time de sucesso para o seu negócio

Da Redação

Por Da Redação

18 de agosto de 2016 às 15:23 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Por Tallis Gomes, fundador da Easy Taxi e da Singu

Frequentemente ouço founders reclamando que seu maior desafio, é conseguir montar um time para executar sua ideia. Se você faz parte deste time, não se sinta mal; este é de fato o MAIOR desafio de todo founder. A boa notícia é que vou descrever nas linhas abaixo, como faço para construir meus times e achar meus sócios. Nesta parte I do artigo, vou focar na relação societária, já que os seus co-founders são não só os pilares da sua cia, como também seus primeiros clientes.

Um negócio em early stage (fase inicial) geralmente não possui recursos para a contratação de seu time, por isso, é comum que founder usem equity (ações da cia) para remunerar seus primeiros funcionários e sócios. Portanto, a regra #1 é separar um equity pool (pencentual da empresa, por exemplo 10%) que você esteja disposto a abrir mão para a construção do seu time. Lembre-se, 100% de nada, vale… NADA! Portanto, não caia na ilusão de que você conseguirá construir um time de sucesso sem abrir mão de boa parte do seu negócio.

Na Easy Taxi, por exemplo, dividi a empresa da seguinte forma:

Eu: 40%

Daniel: 25%

Márcio: 20%

Vinicius: 15%

Eu jamais conseguiria ter construído um dos negócios de maior sucesso da história da internet sem a ajuda dos meus sócios, portanto, ter largado nessa prova com 40% não me fez ficar pensando que eu poderia ter um pouco mais; você precisa desapegar das suas ações hoje mesmo, se você pretende construir um time como o que eu construí para a ET e para a Singu.

É importante que após os sócios concordarem com seus respetivos % na sociedade, se defina também um equity pool para remunerar os primeiros funcionários, pois faltando recurso financeiro para remunerá-los à mercado, a distribuição de stock options (opção de compra de ações da cia) aos funcionários, passa a ser uma alternativa viável para a contratação dos grandes talentos.

A minha recomendação é que todos os elegíveis a equity entrem em um contrato de vesting de pelo menos 4 anos e 1 ano de cliff. Calma, vou explicar que nomes estranhos são estes:

Vesting: Mecanismo do Direito Societário que te permite parcelar a compra de equity por parte do beneficiário. Exemplo, sócio tem direito a vestir 20% em 4 anos, ao final de cada ano, ele veste ¼ do montante designado a ele.

Cliff: Outro mecanismo do Direito Societário que faz com que o sócio fique em um regime probatório por um período pré-determinado, dando o direito ao emissário (founder) de tirá-lo da sociedade, sem que ele tenha direito a vestir proporcionalmente suas ações naquele período.

 Dediquei alguns parágrafos às lições básicas de Direito Societário que todo founder tem a obrigação de saber, mas eu recomendo que você, founder, tenha um EXCELENTE advogado ao seu lado desde o início, para suportá-lo na confecção destes acordos. Bons negócios afundam frequentemente por briga societária e acredite em mim, elas irão acontecer; o que irá determinar se o negócio irá ou não morrer por causa destas brigas, é como o acordo foi costurado entre os sócios. Não se economiza dinheiro com bons advogados, aprendam isso e levem isso para a vida.

Talvez você deva estar se perguntando, mas o Tallis ainda não me falou como achar este sócio. Bom, meu caro founder, o primeiro conselho aqui acerca deste tema é, corra dos amigos/família. Um co-founder deveria ser uma força complementar ao seu negócio, portanto, montar seu time com pessoas que você gosta, sem levar em consideração os recursos que esta pessoa pode trazer para o negócio, é um erro que frequentemente cometemos (eu já cometi) e cedo ou tarde irá impactar o negócio, gerando uma briga societária ou simplesmente problema de performance. E founder que é bom, não pode permitir problema de performance em seu negócio, e é exatamente neste momento que o que eu escrevi acima sobre o setup societário da sua cia, vai salvar o seu negócio.

Então, qual é um bom canal para se encontrar um sócio? Eu começaria buscando via linkedIN. Primeiro trace o perfil complete deste professional que complementa suas habilidades e atende às necessidades do negócio. Feito isso, vá até o LinkedIN e procure empresas que sejam referência na área em que este sócio atua. O seu sócio, provavelmente será aquele funcionário motivado, talentoso e que vive sob a sombra de um chefe, muitas vezes, incompetente e que se alimenta do sucesso do seu trabalho para se manter no cargo, obviamente, sem compartilhar os louros do sucesso.

O perfil que eu descrevi acima estará de coração aberto para receber uma proposta de dar um passo a mais em sua carreira e desta vez, realmente fazer a diferença em seu local de trabalho. Ninguém gosta de ser sombra e principalmente, gente boa quer trabalhar com gente boa. Este é talvez o maior hack que aprendi ao longo dos meus 15 anos buscando gente boa para trabalhar comigo, é o sweet spot para achar gente AAA*.

Um abraço e até semana que vem!