CEO de uma startup decide demitir todos os funcionários, inclusive ele próprio

Avatar

Por Júlia Miozzo

19 de agosto de 2015 às 12:16 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

SÃO PAULO – A maneira que o CEO da StartupHouse, Elias Bizannes, solucionou alguns dos problemas que sua startup enfrentava foi demitir todos os funcionários – inclusive a si mesmo. Em entrevista ao Business Insider, ele contou: “Estávamos tendo problemas com o negócio, muitos problemas, e um deles era a equipe”.

A maior mudança, entretanto, foi promover o COO Karolis Karalevicius para o cargo de CEO para decidir quem seria recontratado. Ainda segundo o ex-CEO, existiam problemas de desempenho e motivação, que foram piorados com uma questão de clientes.

Quem fez a sugestão de demitir todos os funcionários foi a irmã de Bizannes, enquanto ele estava de férias. Ele diz que viu uma oportunidade de reiniciar todo o negócio e reuniu toda a equipe para anunciar a notícia. “Apesar de todos me falarem que eu era louco, foi provavelmente uma das melhores coisas que eu fiz para o negócio, pois cada pessoa da equipe está reenergizada e praticamente todos serão recontratados”, disse.

Ele enfrentou alguns problemas ao fazer isso, entretanto: hoje complacência e, apesar de ser lucrativo e o modelo estar funcionando, foi momento de reavaliar a visão. “Isso criou uma boa energia na equipe e permitiu que nós repensássemos em quais deveriam ser os papéis da equipe”, completou. Não somente isso, mas também teve de lidar com os investidores da startup, que já haviam apostado cerca de US$ 500 mil na empresa. “Achei importante contar-lhes, então lhes mandei um e-mail com o assunto ‘Eu acabei de demitir toda a minha equipe’. Tive respostas de todos eles, que apoiaram e ressaltaram algumas ideias. Todos ficaram surpresos”, Bizannes comentou.

Sobre o novo foco da empresa, ele comenta que pretende enfrentar algumas locações em São Francisco para começar. A ideia da StartupHouse é reduzir os custos dos empreendedores e ajuda-los a “alçar voo”, focando em startups que ainda estão nos primeiros estágios. O foco é se tornar melhor no que faz: construir startups.