CEO de empresa vendida paga mais de US$ 200 mil para cada funcionário

Avatar

Por Júlia Miozzo

30 de julho de 2015 às 09:06 - Atualizado há 6 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Já imaginou ganhar o seu salário e mais US$ 200 mil de bônus pela empresa ter sido vendida? Se você fosse funcionário da turca Yemeksepeti, isso seria possível – o CEO e cofundador da empresa de delivery Nevzat Aydin dividiu uma boa quantia com seus funcionários após vender a empresa por US$ 589 milhões para a alemã Delivery Hero.

Garanta sua vaga no Accelerator Day, evento que pode transformar a sua história empreendedora! Confira a programação clicando aqui.

Como conta o Entrepreneur, ele dividiu US$ 27 milhões do total entre 114 dos seus 370 funcionários e a quantia média acabou sendo US$ 237 mil por pessoa. Para ser elegível ao dinheiro, o funcionário tinha que estar a mais de dois anos na empresa. A partir daí, cada um recebeu de acordo com o tempo de casa e desempenho ao longo do tempo, além de seu potencial futuro na empresa.

O CEO afirmou que a estratégia foi tomada para reconhecer e agradecer o trabalho de sua equipe. “A história de sucesso da Yemeksepeti não aconteceu do dia para a noite e muitas pessoas participaram nessa jornada com seu talento e trabalho”, ele disse ao CNN Money.

Um funcionário que trabalhou para a empresa por dez anos chamou o presente de “mudança de vida”. Mesmo com a venda, Aydin continuará como CEO da Yemeksepeti e participará do conselho executivo da Delivery Hero.