Bezos se tornou o homem mais rico do mundo, mas pode ver império desmembrado

Da Redação

Por Da Redação

27 de julho de 2017 às 15:05 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Jeff Bezos conseguiu se tornar o homem mais rico. Nesta manhã, ele ultrapassou Bill Gates por conta da valorização das ações da Amazon, Bezos agora tem US$ 90,4 bilhões contra US$ 90 bilhões do ex-homem mais rico do mundo.

A variação das ações da Amazon ainda deve fazer com que a situação mude algumas vezes – Gates sofre menos com este efeito, já que vendeu a maior parte de suas ações da Microsoft ao longo das últimas décadas. Seja como for, a alta de mais de 40% das ações da Amazon foi surpreendente este ano e ajuda a alavancar Bezos no ranking de mais ricos.

O mercado espera que a Amazon, cada vez mais forte, transforme-se em uma empresa de US$ 1 trilhão. A empresa tem mais de 50% do mercado americano de e-commerce (o maior do mundo), além de ter a maior nuvem do mundo, a AWS (Amazon Web Services) e estar na frente no desenvolvimento de tecnologias, como assistente por voz com a Alexa, e agora tem presença no varejo físico através da Whole Foods, comprada este mês.

Contudo, a mídia americana levanta outra possibilidade: que o poder da Amazon está se tornando tão grande que ela deverá ser “quebrada” pelo FTC (Federal Trade Comission) nos próximos anos em diversas empresas menores justamente para quebrar esse poder fortíssimo que a companhia.

Isso é levantado toda vez que Donald Trump, presidente americano, vai ao Twitter para reclamar contra o Washington Post, de propriedade de Jeff Bezos. Em teoria, Trump controla os apontamentos para o FTC e poderia indicar pessoas interessadas em quebrar o império de Bezos em várias empresas.

Certamente não seria uma novidade, já que o tribunal anti-monopólio americano costuma ser muito atuante: ele é responsável, entre outras coisas, por quebrar a Standart Oil em grandes empresas empresas de petróleo e pressionar a Microsoft a fazer o lendário investimento que “salvou” a Apple no fim da década de 1990.

Com o império fragmentado ou não, Bezos é um grande empreendedor que construiu um grande império usando a mentalidade comum do Vale do Silício (embora sua empresa fosse localizada em Seattle). Para entende-la, sugerimos baixar este e-book que criamos para você. Para baixa-lo gratuitamente, basta clicar aqui.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]