Bem-vindos a era dos rebeldes com causa

Avatar

Por Júnior Borneli

9 de Maio de 2017 às 17:02 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Durante muito tempo, me questionei sobre qual seria a verdadeira razão de ter um negócio de sucesso. Não que eu o tenha, longe disso. O StartSe, empresa da qual sou co-fundador, cresce num ritmo alucinante, mas ainda está longe daquilo que pode ser.

Mas o ponto central é: alcançar o sucesso, seja ele financeiro ou profissional, mas não devolver nada para o meio, é mergulhar num abismo egoísta. A Lei do Retorno precisa ser aplicada para que mais e mais pessoas possam ter sucesso e fazer a roda girar.

Lá fora, há muitos empreendedores engajados em contribuir para a construção de um mundo melhor. Podemos citar inúmeros: Bill Gattes, Mark Zuckerberg, Elon Musk, Carlos Slim e outros tantos.

Mas aqui no Brasil, há uma leva de empreendedores com causa, que criam negócios capazes de transformar a vida das pessoas. São pessoas que dedicam parte do seu tempo, do seu dinheiro e da sua vida para fazer com que outras pessoas sejam melhores, tenham melhores condições de vida e possam também atingir o sucesso.

Começo citando meu amigo Rony Meisler, fundador da Reserva. Muito mais do que uma marca de roupas, a Reserva é uma empresa com consciência social. Em apenas um ano, a empresa doou mais de 8 milhões de pratos de comida, participou de diversas ações sociais de incentivo ao esporte e ao empreendedorismo e é referência no mercado.

Outro grande amigo, Tallis Gomes, gerou receita para milhares de taxistas quando fundou o primeiro aplicativo de táxis do mundo, o Easy Taxi. Depois de vender a empresa, abraçou a causa do empreendedorismo feminino e empoderou milhares de mulheres com sua nova startup, a Singu, que conecta profissionais da beleza a clientes. E além disso tudo, é grande ativista político na luta contra a corrupção.

Gustavo Caetano, outro grande amigo, além de transformar a SambaTech numa das startups mais importantes do Brasil, fundo a Associação Brasileira de Startups e contribuiu imensamente para a disseminação do empreendedorismo no país. Além disso, escreveu o best-seller Pense Simples e doou todo o lucro obtido com as vendas para o Instituto Ayrton Senna.

Flávio Augusto da Silva, que não conheço pessoalmente, mas realiza um trabalho incrível através do Geração de Valor, oferecendo conhecimento e experiências acumuladas durante a criação da WaseUp e do Orlando City. Toda receita obtida com o Geração de Valor, inclusive a venda de livros, é doada para a filantropia.

E não poderia deixar de citar meus amigos e sócios Marcelo Maisonnave, Pedro Englert, Eduardo Glitz e Mauricio Benvenutti, que juntos criaram a XP Investimentos, maior corretora do país. Através de uma plataforma aberta e de grandes iniciativas de educação financeira, trouxeram milhares de pessoas para o mundo dos investimentos e fizeram com que elas tivessem melhores ganhos.

Você percebeu que há uma correlação entre empreendedores de sucesso e pessoas com causa? Uns podem até dizer que, depois do sucesso, é fácil fazer caridade. Mas a questão aqui é outra: por causa da vontade de contribuir com o meio é que essas pessoas chegaram ao sucesso.

Pense nisso!

No StartSe, tentamos aplicar também a Lei do Retorno. Acreditamos que o empreendedorismo é um dos caminhos para mudar o Brasil. Temos centenas de materiais gratuitos, desde cursos, ebooks e aulas em vídeo disponíveis para qualquer pessoa, além do nosso portal, que traz pelo menos 50 matérias semanais sobre startups, empreendedorismo e inovação.