As 5 leis do advogado inovador

A capacidade de adaptação dos advogados às novas tecnologias e aos novos modelos de negócio será fundamental para que permaneçam no mercado de trabalho

Avatar

Por Junior Borneli

17 de janeiro de 2020 às 14:53 - Atualizado há 1 mês

Em 2023, o número de advogados no Brasil vai chegar a 2 milhões de profissionais. Isso significa que haverá um advogado para cada 105 pessoas.

E levando-se em conta que 27% da população brasileira tem menos de 18 anos, sobram 76 pessoas para cada advogado. Ou seja, o mercado está completamente saturado em relação ao número de advogados no país.

Nesse cenário, para se manter relevante na profissão, o advogado precisa estar atento a estes 5 pontos fundamentais:

1. Todo advogado é um empreendedor: a partir desse entendimento, ele precisa agir como tal. Por isso, habilidades como marketing digital, gestão e inovação precisam fazer parte do dia a dia desse profissional.

2. Tecnologia é aliada e não inimiga: muito se fala sobre “o fim dos advogados” por conta da inteligência artificial e dos softwares jurídicos. Mas a verdade é que a tecnologia potencializa os advogados que inovam. Ao realizar tarefas mais simples, os softwares liberam os advogados para casos mais complexos, tornando-os mais produtivos.

3. Gestão orientada a resultados: o advogado lida com pessoas, finanças, inovação, tecnologia… mas será que executa uma gestão inovadora, capaz de garantir mais clientes e melhores resultados? Centenas de advogados, do Brasil todo, estão buscando este curso para se tornarem ainda mais relevantes. E os resultados têm sido ótimos.

4. Marketing digital: 58% das decisões de contratação de um serviço começam com pesquisas no Google. Portanto, estar presente na internet e redes sociais, criando conteúdo de qualidade, é fundamental para aumentar o fluxo de clientes. Técnicas de aquisição de novos clientes, geração de autoridade e influência… tudo isso será necessário para se manter relevante.

5. Novas oportunidades de mercado: com o surgimento de novas empresas e novas profissões, surgem novas oportunidades para os advogados. Aqueles que se especializarem em novos segmentos da economia poderão ter enorme sucesso. Por exemplo, aqueles que se especializaram em startups, há cinco anos, se deram muito bem.

A StartSe tornou-se referência em inovação para o universo jurídico. Além de promover o maior evento da América Latina sobre o tema, que reúne milhares de advogados todos os anos, criou também o curso Gestão Inovadora para Advogados, que é um enorme sucesso.

O objetivo é preparar os profissionais para enfrentar os desafios da profissão, utilizando novas técnicas de gestão, aliadas a tecnologia e inovação.

A capacidade de adaptação dos profissionais às mudanças que acontecem no mercado, provocadas pelas novas tecnologias e novos modelos de negócio, será fundamental para que permaneçam relevantes e conquistem ainda mais espaço.

Para saber mais detalhes, acesse o site do curso, clicando aqui.