A Copa do Mundo de inovação da Microsoft pode mudar a vida dos empreendedores

Avatar

Por Lucas Bicudo

22 de julho de 2016 às 18:43 - Atualizado há 5 anos

Logo Summit 2021 O evento que irá definir o ponto de partida para você construir sua estratégia vencedora para 2021

100% online e gratuito

De 23 a 25 de Fevereiro, das 17hs às 20hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Líder em plataforma e produtividade para um mundo “mobile-first, cloud-first”, a Microsoft tem como missão empoderar cada pessoa e cada organização a conquistarem mais e incluírem inovação no DNA desde cedo. A companhia acredita que a jornada empreendedora seja um dos principais pilares para cumprir o seu compromisso com o desenvolvimento e a competitividade do país.

Para isso, possui um conjunto de programas que vão desde o apoio à qualidade de ensino e a capacitação de crianças e jovens em tecnologia nos ensinos fundamental, médio e superior, até o estímulo para a criação de ideias inovadoras e a geração e desenvolvimento de startups.

Juliana Pirani, recém-formada no curso de mestrado de Moda na USP, é um ótimo exemplo de como esse apoio pode transformar a empreitada de qualquer mente capacitada. Ela é CEO da startup e-Fitfashion, que nasceu de um projeto campeão mundial da Imagine Cup 2015, a maior competição de tecnologia para estudantes promovida pela Microsoft em mais de 100 países.

A partir daí Pirani se viu diante de um mundo de oportunidades que a conduziram a abrir a sua própria empresa: um marketplace online de roupas feitas sob medida. A ideia é conectar costureiras com clientes e facilitar a compra de peças que se encaixam perfeitamente em várias pessoas.

“Antes da Imagine Cup, eu não tinha certeza se seria uma mulher de negócios e abriria minha própria empresa. Mas, após todas as oportunidades e coisas que aconteceram, esse era um caminho que eu precisava seguir. Preciso saber o que me espera”, diz a CEO para o blog da Microsoft.

Outro belo exemplo é a Virtual Dementia Experience, que começou como uma solução para ajudar os cuidadores a entenderem melhor as pessoas que possuem algum tipo de demência.

O projeto obteve bons resultados e agora desenvolve um jogo chamado Earthlight. Começou como um demo, do estúdio Opaque Media Group, que combina a tecnologia Kinect da Microsoft e um headset de realidade virtual, permitindo que os usuários tenham a experiência de sentirem-se como astronautas em uma caminhada espacial.

Na próxima semana, entre os dias 26 a 29 de julho, na sede da Microsoft em Seattle (EUA), mais 35 equipes de estudantes de todo o mundo estarão passando pela mesma experiência da Juliana. Esses grupos concorrem nas categorias Games, Inovação e Cidadania.

O vencedor ganhará o título de Campeão da Imagine Cup, uma sessão de mentoria privada com Satya Nadella, CEO da Microsoft, e o cobiçado troféu.

Para esse ano, quem representa o Brasil é o time Tower Up, com um jogo de aventura que tem como objetivo desenvolver um trabalho social e de valorização do Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais carentes do Brasil.

Mensagem do Editor
Ei, tudo bom?
Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.
E vou te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!
É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]