A Amazon estampou os metrôs de NY com símbolos nazistas; saiba porquê

Avatar

Por Júlia Miozzo

24 de novembro de 2015 às 12:02 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Na última semana, alguns assentos do metrô de Nova York apareceram estampados com símbolos da Alemanha nazista e com a bandeira do Japão do período da Segunda Guerra Mundial. A princípio, os passageiros ficaram sem entender o objetivo e até incomodados, contaram alguns ao site Gothamist.

O objetivo, entretanto, não era transmitir nenhuma ideologia política – não passava de um anúncio da nova série da Amazon, The Man in the High Castle. “Metade dos assentos no meu vagão tinham emblemas nazistas dentro de uma bandeira americana, enquanto a outra metade tinha a bandeira japonesa no estilo da Segunda Guerra. Então eu tinha uma escolha, e escolhi sentar no assento com o emblema nazista para não ter que encara-lo”, disse a passageira Ann Toback.

A campanha publicitária da série começou no dia 9 de novembro com pôsteres em 260 estações de metrô, enquanto a estampa nos assentos deve ficar até o dia 14 de dezembro. Adam Lisberg, porta-voz da MTA (Metropolitan Transportation Autorithy), órgão de transportes metropolitanos de NY, confirmou que se trata apenas de imagens da série – e ressaltou que a campanha também se encaixa nos novos padrões da MTA.

O diretor regional da Liga Anti-Defamatória de NY, Evan Bernstein, entretanto, discorda do porta-voz: “No programa de televisão, que explica essa noção dos Estados Unidos controlado por Hitler, você entende o contexto. No trem, vendo a bandeira norte-americana com um símbolo nazista é visceralmente ofensivo, porque não existe contexto pro que isso significa”, explicou.

The Man in the Castle é um retrato de um mundo em que Alemanha e Japão são vencedores da Segunda Guerra Mundial e, por isso, os Estados Unidos acaba sendo de posse deles.