7 mitos e verdades sobre empreendedorismo

Avatar

Por Júlia Miozzo

29 de fevereiro de 2016 às 15:35 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Não são poucas as pessoas que desejam entrar para o mundo do empreendedorismo: as vantagens parecem ser inúmeras, mesmo que existam alguns desafios no meio do caminho.

Entretanto, algumas ideias sobre esse universo e como ele funciona podem estar erradas – por exemplo, o fato de ser difundido que empreendedores não têm chefes. Se você tem vontade de entrar para o mundo do empreendedorismo, precisa saber como ele realmente é.

Pensando nisso, alguns empreendedores esclareceram quais ideias comuns de empreendedorismo são mitos e verdades. Confira:

O sucesso do negócio vem rápido – mito
A verdade é que vai demorar até que seu negócio seja bem sucedido e comece a lucrar. Isso porque, até atrair investidores, o negócio precisa de tempo, experiência e muitas negociações. “Depois de colocar a ideia em prática e ter um negócio, você será testado pelo mercado”, disse o empreendedor Leandro Marques, sócio fundador da Tray, destacando que pode demorar de dois até três anos para a ideia começar a decolar. 

Empreendedores não têm chefes – mito
“Na realidade, o empreendedor tem dezenas e até centenas de chefes. Todos os clientes e investidores são chefes dele”, explicou Victor Popper, CEO da All In, empresa de marketing de relacionamento. O CEO e fundador do MeSalva!, Miguel Andorffy, plataforma educacional focada em conteúdo didático para estudantes de nível médio e superior, completa: “Ser fundador de um projeto que impacta diretamente a vida de milhões de pessoas faz com que você tenha milhares de chefes, principalmente quem dedica muitas horas na utilização de seu produto”.

O empreendedor enfrenta incertezas – verdade
Os primeiros estágios do negócio nunca serão fáceis: serão muitas incertezas sobre o seu futuro e questionamentos se a sua escolha e investimento foram certos. “No começo a incerteza estará na aceitação do mercado. Se você tiver sucesso, as dúvidas passam para a necessidade financeira; depois ganhar competitividade e marketshare; os concorrentes internacionais e as crises“, completou Leandro Marques.

Você precisa ter um plano de negócios formal para começar uma empresa – mito
Embora planejamento seja importante e essencial para um negócio, não se deve perder tempo para que ele fique “perfeito”. “Se você acredita na sua ideia e tem clareza dos seus objetivos, basta utilizar ferramentas mais ágeis de planejamento e abrir logo sua empresa”, explicou o empreendedor André Wilson, sócio fundador da VP Concursos. Ele também completou que é melhor testar a ideia na prática ao invés de desperdiçar tempo com projeções para o futuro.

Só empreende quem tem ideias únicas – mito
A ideia de que um negócio depende de uma ideia diferente e única também está errada. “Na verdade, empreender pode significar fazer algo que já existe de uma forma mais eficiente ou com maior qualidade, seja um produto ou serviço”, explicou Luan Gabellini, sócio-fundador da Betalabs.

Ser bom vendedor ajuda no caminho do empreendedorismo – verdade
Muitas vezes, o que mais ajuda no empreendedorismo é não o que está sendo vendido, mas sim quem está vendendo. É preciso lembrar que um mesmo negócio pode obter recursos com mais facilidade se conduzido por alguém com perfil empreendedor. “Na vida profissional, todos precisam se vender bem. Mas o que faz ser um bom empreendedor é entregar e executar bem o produto vendido”, explicou o empreendedor Walter Sabini Junior.

Empreender no Brasil não é tão fácil – verdade
“A demora excessiva de se conseguir toda a documentação e papelada necessária para abrir uma empresa, as idas intermináveis aos cartórios, sem contar a fatia brutal da receita que temos que pagar relativa a impostos são coisas que incomodam”, disse Thoran Rodrigues, CEO da BigData Corp. Mas esses são obstáculos que podem ser enfrentados em qualquer outro país e, de maneira alguma, deve-se buscar algum atalho para isso como sonegar impostos, atuar na informalidade, etc.