TikTok: o aplicativo que está conquistando a Geração Z

Para competir com o app chinês, o Facebook, que é proprietário do Instagram, lançou, no final do ano passado, o Lasso

0
shares

Você já ouviu falar no TikTok? Trata-se de um aplicativo para criar vídeos curtos e compartilhá-los com os seus seguidores. Ele pertence à ByteDance, startup chinesa que, no final de 2018, foi considerada a mais valiosa do mundo.

Os vídeos do TikTok são verticais e você passa de um para o outro deslizando de cima para baixo, não da esquerda para a direita (uma tendência que deve se consolidar cada vez mais, uma vez que segue o padrão dos nossos smartphones - nossas telas são verticais, não horizontais como as das TVs, computadores e notebooks).

Para se ter uma ideia do tamanho da "criança", um artigo da Sensor Tower, empresa especializada em dados de aplicativos, de fevereiro de 2019, informou que o TikTok ultrapassou um bilhão de instalações na App Store e no Google Play. Ou seja: ele já é um dos novos queridinhos ao redor do mundo, principalmente da China e dos Estados Unidos.

OK, então é apenas mais um aplicativo de vídeos, como o Instagram e o SnapChat, por exemplo? Na verdade, não. Então, qual é a grande diferença ente o TikTok e as outras plataformas de compartilhamento de vídeos?

Público mais jovem

Certamente, há várias diferenças, mas acredito que duas sejam mais importantes.

A primeira delas, é que o TikTok conta com um público ainda mais jovem que o do Instagram (como o Instagram é mais antigo, ele tem bastante gente das gerações X e Y, estes também conhecidos como millennials). Já o TikTok tem, em sua maioria, usuários da geração Z, que são aqueles que nasceram a partir de meados dos anos 90 (o que é ótimo para empresas que vendem produtos e serviços para públicos mais jovens e também para aquelas que buscam rejuvenescer o seu público).

A outra diferença gritante é que o TikTok é mais democrático, pois qualquer um pode criar vídeos sem budget, apenas usando a criatividade. Não que isso não seja possível no Instagram, por exemplo, mas, especialmente no caso de empresas que usam essa rede social, seus vídeos costumam ser bastante produzidos, até mesmo quando são feitos e divulgados por influenciadores digitais.

Assim, o público do TikTok tem buscado algo mais genuíno, mais verdadeiro e até mais "honesto", no sentido de mostrar que se trata realmente de uma produção caseira. E é isso que o deixa mais divertido e criativo ainda! Tanto que o seu slogan é "Make your day. Real people. Real videos". Ou seja: pessoas reais fazendo vídeos reais.

Os vídeos do TikTok mostram as pessoas realizando tarefas rotineiras: dançando, comendo, cantando, enfim, desempenhando tarefas do nosso dia a dia... E quase sempre possuem uma música de fundo, que você pode escolher no próprio app, além de outros efeitos disponíveis, como redução da velocidade ou aceleração do vídeo, dublagem e sincronização labial, entre outros.

Atração de marcas

Algumas grandes empresas americanas, como a Guess, por exemplo, cientes do poder de influência que o aplicativo vem adquirindo nos últimos meses, começaram a criar vídeos e desafios para o TikTok. A Guess foi a primeira a criar um desafio que viralizou na rede.

No entanto, um dos melhores exemplos é o do restaurante mexicano Chipotle (isso me lembra South Park...), que lançou um desafio nos EUA no "Dia Nacional do Abacate", o #GuacDance. Para participar, os fãs de guacamole deveriam fazer dancinhas dedicadas ao abacate (!!!) e, somente no dia do abacate, os clientes teriam uma porção gratuita de guacamole para cada entrada comprada.

De acordo com o site Mobile Marketer, houve o envio de mais de 250.000 vídeos com a hashtag do desafio e aproximadamente 430 milhões de visualizações durante os seis dias da promoção. Foi o melhor resultado de uma promoção feita no TikTok nos Estados Unidos! Esse resultado é simplesmente fantástico. E qual foi a grande sacada? Utilizar a música de uma cantora especializada em músicas infantis, que já havia viralizado nas redes sociais. Isso tem tudo a ver com o aplicativo, que mostra situações até mesmo tolas (como a própria música), com um fundo musical. A ação foi simplesmente uma grande sacada de marketing!

E, segundo o site PR Newswire, a promoção também resultou na maior saída de porções de guacamole da história do Chipotle, com mais de 802.000 porções servidas!

Obviamente, a empresa deve ter desembolsado uma quantia generosa para usar o vídeo da cantora, mas depois todo o trabalho de divulgação da marca foi feito pelos usuários do app.

Facebook, que tem perdido cada vez mais o público jovem, sendo proprietário do Instagram e vendo a movimentação do TikTok, já se antecipou e lançou, no final do ano passado, um aplicativo similar, chamado Lasso, que parece não ter tido bom desempenho até o momento. Isso mostra que o TikTok pode ser uma grande ameaça ao império Facebook.

Mais do que vendas, as empresas têm buscado obter lembrança de marca ao utilizar essa rede social. E muitas estão tirando vantagem da da falta de diretrizes da empresa, uma vez que, por ser jovem, ainda não tem todas aquelas regras e termos que redes como Facebook e Instagram (ambos da mesma empresa) possuem.

É claro que não é fácil competir com as grandes empresas no TikTok, mas isso também não é fácil nas outras redes sociais. No entanto, muitas empresas ainda não entraram nessa rede, então há mais espaço para a sua se destacar.

Interação é chave

E a parte boa é que você pode experimentar mais para ver o que funciona. Assim, poderá testar coisas novas e ver o que possui bom desempenho ou não. E dá para abusar da criatividade, pois, mesmo as coisas que parecem mais bizarras, às vezes são as que fazem mais sucesso. Você também pode mostrar um lado da sua empresa ainda desconhecido do público, como os bastidores do seu negócio, por exemplo. As pessoas adoram ver o dia a dia de uma empresa, já que estão lá mostrando o seu dia a dia também.

E nunca se esqueça de que a interação é um dos pontos mais importantes para o sucesso. Então, crie desafios ou outras atividades que possam fazer com que o seu público interaja com a sua empresa.

Desse modo, não estou sugerindo que a sua empresa tire todas as fichas das redes sociais mais antigas e comece a apostar no TikTok, deixando as outras redes para trás. Mas, definitivamente, é uma rede para se acompanhar de perto e, se possível, já começar a criar um público nela. Principalmente se você quiser atingir um público mais jovem.

PS: fique de olho também no app Kwai, que foi o mais baixado na Google Play no Brasil entre os dias 4 e 7 de setembro!

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários