7 conselhos de CEO para CEOs

Jason Lemkin – fundador da comunidade SaaStr, investidor anjo e mentor – elenca os sete melhores conselhos que recebeu para se tornar um grande CEO

0
shares

Jason Lemkin tem uma longa carreira no ecossistema de inovação dos EUA: estudou nas universidades de Harvard e Berkeley, foi VP da Adobe Systems e cofundador da Adobe Sign. Hoje, ele é CEO da comunidade SaaStr, que auxilia empresas de software como um serviço (SaaS), investidor anjo deste setor e ainda encontra tempo para ajudar mais de 170 mil empreendedores por meio de sua conta no LinkedIn.

Lemkin elencou os sete melhores conselhos que recebeu enquanto CEO, e compartilha em seu blog para que outros empreendedores possam usufruir. Veja, abaixo, quais são as dicas que mais impactaram a carreira do executivo.

Aprenda a gerenciar pessoas – e cedo.

O quanto antes na sua carreira aprender a gerenciar pessoas, mais rápido vai se sobressair ao escalar um negócio. Gerenciar pessoas nem sempre é divertido. Porém, se quiser ser um bom CEO, fundador ou mesmo parte de algo maior que você, adote esta capacidade.

Ouça ‘microconselhos’ e aja sobre eles.

Em todas as reuniões, entrevistas e pitches, seus chefes, mentores, VPs e colaboradores vão dar microconselhos, comentários simples que só são captados por quem realmente está prestando atenção. Enquanto você está no processo de crescimento da sua empresa, são estas pessoas que têm uma visão mais ampla para identificar onde há espaço para melhorar. Pegue este feedback em tempo real, coloque na balança e aja sobre ele imediatamente. Se há alguém muito competente na mesma sala que você, seus microconselhos podem fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Comemore todas as vitórias.

Isto é difícil de fazer para a maioria de nós. Sempre focamos no próximo trimestre, na próxima meta a ser batida. Mas é preciso celebrar, de verdade, as vitórias. Fundadores, em especial, tendem a enfiar a cabeça no trabalho após alcançar um objetivo, porque ele é apenas um degrau de um plano muito maior que você já estabeleceu. Mas sua equipe precisa comemorar cada uma dessas pequenas conquistas e, na verdade, você também.

Gaste, ao menos, 20% do seu tempo recrutando.

Recrutar não é divertido. Mas não há nada mais importante. Force você mesmo a passar pelo menos 20% do seu tempo de trabalho qualificando sua equipe. Do contrário, é certo que você estará gastando este tempo com algo bem menos importante.

Saia do escritório. Frequentemente.

Visite seus principais clientes, parceiros e prospectos. Relacionamentos não são construídos pelo telefone, ou mesmo por ligações em vídeo. Se você mira alto, esteja presente para aqueles que importam.

Desacelere as maiores decisões, e acelere todas as outras.

Para grandes decisões: tome seu tempo. Se é algo que coloca a empresa em risco, quase sempre pode esperar uma semana. Procure mais conselhos, examine os detalhes, deixe sua mente absorver a questão. Todo o resto? Tome decisões rápidas, delegue para pessoas de sua confiança e vá para a próxima etapa. Caso resulte em algum erro, não será tão grande que não possa ser corrigido.

Há apenas alguns grandes cofundadores e VPs. Dê tudo a eles.

Você vai entrevistar centenas ou milhares de pessoas ao longo de sua carreira. Você vai contratar diversos funcionários bons, médios e até alguns abaixo da média. Mas só alguns poucos realmente terão o valor que você precisa ao seu lado. Dê tudo a estes. Esqueça seus defeitos e os apoie quando cometerem erros. Deixe-os livres para crescer, contratar e escalar. Eles farão enorme diferença. Ao identificar alguém com essas características, recompense-o com parte de sua empresa. E, mais importante do tudo, saia do caminho dele para que possa brilhar.

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários