Elon Musk enfrenta o seu inferno astral

Total de entregas caiu 31% no primeiro trimestre, ações despencaram 46% este ano e fábrica na China pode atrasar

0
shares

A Tesla passou anos acelerando sua produção, para fabricar os seus sedãs compactos Modelo 3 em número suficiente para satisfazer a demanda dos clientes. Agora, a fabricante de veículos elétricos está tendo de lidar com a queda de interesse do consumidor. A Tesla, no entanto, afirma que o interesse dos clientes permanece alto, apesar do declínio nas vendas.

O total de entregas caiu 31% no primeiro trimestre do ano, em comparação com os últimos três meses de 2018, para cerca de 63.000 unidades. A desaceleração ameaça as metas de crescimento da empresa e gera preocupações sobre o tamanho do "pool" de compradores para os sedãs de alto preço da empresa. Apesar disso, Elon Musk descreveu a demanda pelo Modelo 3 como "insanamente alta".

A empresa teria que ver um crescimento substancial de vendas nos três trimestres restantes do ano para alcançar sua meta de entregar 400.000 veículos globalmente. Entre os desafios estão os preços e as pressões competitivas, dado que outras montadoras, como a Audi e a Mercedes-Benz, estão colocando nas ruas os seus modelos elétricos. A falha da Tesla em atingir sua meta de vendas levantaria dúvidas sobre a sua capacidade de pagar dívidas e financiar futuras expansões. Ciente disso, Musk iniciou um duro processo de revisão de salários, despesas de viagem e aluguel de instalações.

O preço médio de venda do modelo 3 foi de US$ 57 mil no ano passado. Musk vem reduzindo os custos para que a empresa possa manter o preço inicial em cerca de US $ 35.000. Ainda assim, o preço continua sendo um problema para alguns compradores em potencial, especialmente à medida que o benefício dos créditos fiscais cai.

As ações da Tesla despencaram 46% este ano, com investidores e analistas questionando se a demanda pelo carro atingiu o pico. Além da queda nas entregas, a empresa registrou uma das maiores perdas já no primeiro trimestre. Tesla atribuiu a queda nas vendas aos desafios de exportar o Modelo 3 para o exterior pela primeira vez.

Musk, em um sinal de que a companhia está ciente dos preços, disse em um podcast recente da indústria que espera que a futura pickup da Tesla tenha um preço abaixo de US $ 50 mil.

Pressão da China

Grande parte do crescimento projetado da Tesla é baseado na China. A empresa está correndo para abrir sua primeira fábrica de montagem no exterior, em solo chines. Musk disse que a empresa pode fabricar até 500 mil veículos este ano no mundo todo, se a Tesla conseguir que a fábrica entre em operação no quarto trimestre. A cronologia agressiva para abrir a fábrica, que começou em janeiro, foi recebida com ceticismo, dado o histo rico da Tesla de não cumprir seus prazos de entrega.

Na semana passada, a Tesla começou a receber pedidos na China para uma versão local do modelo 3, que terá um preço inicial de cerca de US $ 11 mil mais barato do que a versão atual exportada da fábrica da empresa na Califórnia. Enquanto outras fabricantes de carros de luxo, incluindo a BMW e a Mercedes-Benz, se beneficiaram do mercado chinês, as tensões comerciais entre EUA e China tendem a causar estragos à Tesla.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários