6 dicas para empreender em 2016, segundo empreendedores que tiveram sucesso

Avatar

Por Júlia Miozzo

2 de fevereiro de 2016 às 09:41 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – Por conta do cenário instável da economia, 2016 pode ser um ano um pouco difícil para empreendedores, já que empreender de maneira bem sucedida pode ser mais difícil.

Apesar disso, o conselho é não desistir do negócio ou do empreendimento, basta adequar-se ao cenário e tomar algumas decisões estratégicas.

Confira as dicas de empreendedores de sucesso para empreender neste ano:

1. Monte uma equipe estruturada e invista em um produto essencial
Para o empreendedor Lucas Melo, diretor comercial do MeSems, o candidato a empreendedor deve encontrar um time bastante resiliente, comprometido e complementar. Além disso, ele também aconselha empreendedores a criar um negócio “relacionado a um produto ou serviço essencial, que todos precisam independente do cenário econômico adverso. Por exemplo, jantar fora em um bom restaurante quando estamos com retenção de gastos, mas não deixamos de comer”, explicou.

2. Invista mais tempo em seus clientes
“Sempre olhei para crises como oportunidades e no cenário atual não será diferente”, disse Rafael Heringer, cofundador da plataforma Jurídico Correspondentes. Outro conselho do empreendedor é que conheçam o mercado de atuação, verificando se ele é expressivo o suficiente. “E não se esqueça: invista no seu cliente. Invista seu tempo e dinheiro na geração de valor para os seus clientes. Eles irão determinar o sucesso do seu negócio”, disse.

3. Use a tecnologia a seu favor
Este ano será um em que as empresas terão que focar em eficiência para crescer, segundo Rodolpho Gurgel, da Bidu Corretora. E, nesse caso, eficiência é quase um sinônimo de usar a tecnologia. “O que aprendemos na Bidu Corretora é que a melhor forma de economizar e crescer de forma sustentável é automatizando processos com a ajuda da tecnologia. O negócio que depende de operações manuais tem grandes chances de sair no prejuízo”, completou.

4. Teste seu produto
Antes do produto ser lançado, é importante que seja testado com amigos, colegas e possíveis clientes. Essa pesquisa de mercado é quem vai mostrar como seu produto vai se sair. “Isso te dá um melhor entendimento sobre o potencial mercado para a sua ideia antes de você começar a investir tempo e dinheiro nela”, disse Adriana Barbosa, fundadora da Payleven.

5. Esteja preparado para fazer mudanças
“Em cenário de crise, pode existir muito espaço para disrupção e crescimento em determinados setores, especialmente no mercado digital. Entretanto, ao montar ou adaptar o seu modelo de negócios para aproveitar oportunidades de curto-médio prazo, é importante estar preparado para fazer ajustes de percurso a qualquer momento, pensando sempre alguns passos à frente”, disse Alex Tabor, cofundador e CEO do Peixe Urbano.

O empreendedor ainda comenta que não é possível saber exatamente quando a economia vai crescer ou retrair e, por isso “grandes investimentos ou cortes de custo precisam ser pensados de acordo com as possibilidades de hoje, mas sempre com o olhar no dia de amanhã”.

6. Conte com a instabilidade do mercado
Neste ano, é importante investir em algo que já tenha domínio, já que esse é um período em que deve ocorrer diminuição de empregos – o que deixa a situação muito mais arriscada. Rodrigo Dantas, CEO da Vindi, é importante “direcionar a ideia de negócio para um mercado que tenha receita recorrente no modelo de vendas, o que minimiza qualquer impacto surpresa”.