Fintech Allgoo aposta em conectividade e UX para ganhar mercado financeiro

Startup fundada por Luiz Cláudio Macedo ajuda instituições financeiras a melhorar distribuição de seus produtos com soluções para melhorar conectividade e experiência do usuário

0
shares

Como todo empreendedor que transforma a sua ideia numa startup, e depois a coloca em rota de crescimento, o advogado Luiz Cláudio Macedo teve de suar a camisa até por a Allgoo nos trilhos.

Luiz Macedo, é o presidente e um dos fundadores da Allgoo. Fundada em 2014, a startup de São José dos Campos (SP) é especializada em criar soluções open banking, e atua como fornecedora de soluções tecnológicas para o mercado financeiro.

A Allgoo é pioneira no Brasil no uso da tecnologia de inteligência artificial (IA) para bancos e corretoras. A startup foi apontada em 2018, um relatório da consultoria KPMG, como a única fintech na área de investimentos a utilizar IA.

O termo open banking designa o uso de tecnologias (APIs) abertas que permitem que desenvolvedores de terceiros criem aplicativos e serviços em volta da instituição financeira.

Leia mais sobre Open Banking.

Banco Central discute regulação da tecnologia open banking

O Brasil está pronto para o "open banking"?

Começo difícil

“A ideia era criar um modelo mais aberto para carteiras de investimentos voltadas à pessoa física, não para os fundos de investimentos. Criamos uma tecnologia e começamos a oferecê-la para o varejo”, diz Luiz.

No início, a Allgoo desenvolvia produtos tecnológicos exclusivos para o inovaBra, espaço de co-inovação do Bradesco, porque encontrava dificuldades em comercializar soluções de open banking. As instituições financeiras não percebiam que tinham de mudar. Luiz conta que bancos e corretoras só começaram a aceitar seus pedidos de reuniões à partir de 2016. Tinha ficado claro para vários executivos do mercado financeiro que era inovar ou morrer.

“Quando voltamos ao mercado, depois do período no inovaBra, a demanda era imensa e de todos os tipos. Ao contrário do passado, que sequer conseguíamos tomar um cafezinho para apresentar nossas propostas, hoje somos procurados por empresas tradicionais”, diz Macedo.

Um dos clientes da Allgoo é o banco Sofisa Direto. O projeto no banco teve início em agosto do ano passado. Ele utiliza algoritmos inteligentes do Robô Advisor da Allgoo para fazer todos os cálculos para a proposição de uma carteira de investimentos e acompanhar diariamente as aplicações para recomendar qualquer mudança se necessário.

O aplicativo ajuda o cliente a montar automaticamente uma carteira de investimentos e sugere formas de investir o dinheiro e obter maior ganho no menor tempo possível. Ao longo do tempo, o aplicativo recalcula os investimentos e usa dicas e alertas para o cliente redistribuir os recursos quando surgirem oportunidades melhores de rendimentos.

Open banking: novo para bancos e corretoras

Open banking não é sinônimo de banco digital, mas é uma forma de potencializar a atividade de corretoras, bancos e empresas varejistas.

O conceito está baseado na abertura e no compartilhamento de dados de negócios por meio de Apliccation Programming Interfaces (APIs), permitindo que atores desse ecossistema, como bancos, corretoras, fintechs e insuretechs, troquem informações e ativos de valor baseados em tecnologia blockchain.

A Allgoo atende principalmente CCVMs (Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários) e DTVMs (Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários), integrando sistemas legados e de terceiros – como o Sinacor, que conecta à BM&FBovespa.

Com suas APIs, as corretoras passaram a ter maior controle de ativos, oferta de produtos, composição de portfólio, cadastro digital e acompanhamento diário das carteiras com agilidade e precisão. Logo, diz Luiz da Allgoo, melhoraram o atendimento aos clientes.

Uma das corretoras que passou a utilizar a tecnologia da Allgoo é a nonagenária Magliano Invest, primeira corretora de valores da Bovespa. Fundada em 1927, a Magliano Invest aumentou sua base de 2 mil para 3 mil clientes em apenas um ano utilizando soluções open banking.

“Ao longo da nossa história, acompanhamos as inovações, operando com telefone, fax, telefone sem fio. Quando eram as novas tecnologias da época. Recentemente, percebemos que estávamos ficando para trás. Havíamos parado de usar tecnologias disruptivas”, diz Raymundo Magliano Neto, presidente da Magliano Invest.

Magliano e Allgoo se conectaram para começar a esboçar as primeiras soluções open banking da Magliano Digital em um evento da StartSe, realizado em parceria com a Associação Brasileira de Fintechs, há dois anos.

“A Allgoo nos trouxe inovação e promoveu uma mudança em nossas cabeças. A digitalização nos aproximou de clientes de menor porte, porque antes só atendíamos clientes acima de 300 mil reais”, ressalta Magliano Neto.

Meio digital muda experiência do usuário

A Coinvalores é outra cliente da Allgoo. Com mais de 40 anos de atuação e uma trajetória iniciada no mercado do ouro, a corretora de valores está na reta final de desenvolvimento da plataforma, que deve entrar no ar em janeiro de 2019. A modernização e mudança de cultura, nesse caso, se revela até no nome descolado do projeto: coin4u – acrônimo inglês para “moeda para você”, em jogo de palavras com o nome da empresa, mas com a ideia clara de popularizar serviços.

Também de olho no varejo, o programa do tesouro direto é um dos títulos que a empresa de investimentos visa explorar com a solução open banking formulada pela Allgoo. “Não digo que estávamos ficando para trás, mas essa plataforma nos coloca em contato com um nicho de mercado mais abrangente, que é o investidor de poupança, com um ticket menor”, afirma Paulino Sampaio, diretor da Coinvalores.

O entendimento é muito simples: se comparado aos modelos restritivos da velha economia, o meio digital é o agente transformador que facilita o acesso e cria uma experiência mais amigável a todo tipo de investidor.

“Digitalmente, é possível dar a mesma qualidade de serviços para todos porque há escala. A ideia é que as pessoas consumam produtos financeiros como consomem qualquer outro, com consciência e sabendo o que estão comprando e como aquilo as beneficiam”, resume o presidente da Allgoo.

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários