Fundador do Alibaba, Jack Ma vira membro do partido comunista chinês

Jack Ma, do Alibaba, também será premiado por sua contribuição na reforma e abertura da economia chinesa, ocorrida 40 anos atrás

0
shares

Jack Ma, cofundador e presidente do Alibaba, a empresa mais valiosa da China, foi oficialmente anunciado nesta terça-feira (27) como membro do partido comunista.

Segundo o jornal People’s Daily, o comitê central planeja também premiá-lo pela sua contribuição na reforma e abertura da economia chinesa, ocorrida 40 anos atrás.

“Sob sua liderança, Alibaba está entre as 10 maiores companhias do mundo em valor de mercado, fazendo da China um ator de liderança na indústria de comércio eletrônico, finanças da internet e computação de nuvem, alimentando uma grande quantidade de empreendedores e startups”, diz o comunicado do comitê.

Além de Jack Ma, que tem uma fortuna estimada em 35 bilhões de dólares, de acordo com o ranking da Forbes, os fundadores do Baidu, Robin Li, e da Tencent, Pony Ma, também receberão o prêmio.

A lista com as 100 pessoas, entre empresários, esportistas, cientistas, astronautas e artistas deverá ser revelada até o final desta semana, segundo o jornal chinês.

Alibaba

Jack Ma é o homem mais rico da China e construiu o seu império com o Alibaba, que domina o comércio eletrônico no país asiático.

Ele abriu o capital da empresa, na maior oferta pública de ações em Wall Street, em 2014. O valor de mercado da firma hoje passa de 400 bilhões de dólares.

Jack Ma deve passar o comando da empresa para Daniel Zhang no próximo ano.

Leia mais: 

Jack Ma, fundador do Alibaba e o homem mais rico da China, irá se aposentar

Conheça a trajetória de Jack Ma, o homem que revolucionou o varejo

 

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários