5 empresas bilionárias que começaram como um negócio paralelo

Avatar

Por Júlia Miozzo

18 de agosto de 2015 às 12:41 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

SÃO PAULO – Não são poucas as pessoas que têm um emprego paralelo – e não são poucas as que não dão o valor que ele merece. O que não se sabe é que muitos desses empregos “secundários” podem acabar se tornando empresas bilionárias.

Mesmo que se diga que a receita para se tornar um negócio de sucesso é ter um produto viável, teste de mercado e tentar diversas vezes, esse não é o caminho de algumas empresas para uma delas. 

Confira a seleção do Inc. dessas empresas que, a princípio, não passavam de uma segunda fonte de renda:

1. Papa John’s
Em 1972, John Schnatter, mais conhecido como “Papa John”, trabalhava no bar de seu pai. Ao saber que o bar estava próximo de falir, ele vendeu seu Camaro para manter o negócio vivo. Como precisava aumentar as vendas rapidamente, ele fechou o bar e o transformou em uma pequena pizzaria – e hoje é a gigante Papa John’s.

2. Chipotle
O fundador do Chipotle, Steve Ells, havia se formado na escola de culinária em 1993, com a meta de abrir um restaurante requintado. Entretanto, ele não possuía o dinheiro para tal e, com um pequeno empréstimo de seu pai, ele abriu o primeiro Chipotle para levantar dinheiro para seu futuro restaurante. Já no primeiro mês, o Chipotle vendeu mais de mil burritos e é uma das redes de fast food mais amadas dos EUA. 

3. Craiglist
Em 1995, Craig Newmark moveu-se de Detroit para São Francisco em busca de um emprego como programador. Lá, ele criou um pequeno site onde poderia postar os eventos que ocorriam na cidade e que ele acreditava que outros programadores iriam gostar. Quando acrescentou uma sessão onde as pessoas podiam publicar oportunidades de emprego, o site se expandiu para outras cidades e se tornou um dos maiores sites da internet.

4. Harley-Davidson
Hoje a Harley-Davidson é uma das marcas de motocicletas com mais prestígio no mundo, mas ela começou como um experimento entre dois amigos após verem o primeiro experimento sem cavalos tomar fora de ciclismo. Eles então perceberam que sua invenção seria muito desejada e começaram a criar versões de consumo de suas bicicletas motorizadas.

5. Yankee Candles
Na década de 1960, o fundador da empresa Michael J Kittredge era um adolescente sem dinheiro e, próximo do aniversário de sua mãe, decidiu criar um presente. Ele utilizou todos os antigos giz de cera que possuía, os derreteu e fez uma vela. Orgulhoso de seu trabalho, ele a mostrou para seu vizinho, que se ofereceu para comprar a vela por US$ 2 – e ele vendeu.

Já na faculdade, Kittredge começou a fabricar velas como um emprego paralelo e acabou expandindo o negócio. Em 1988, a empresa foi vendida por mais de US$ 500 milhões.