Quais são as tendências de educação para 2018?

Avatar

Por Isabela Borrelli

30 de janeiro de 2018 às 18:01 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Se você observar a sala de aula de 1950 e de 2016, vai perceber que poucas coisas mudaram: os alunos ainda sentam em mesas enfileiradas em frente à lousa do professor, que expõe a aula com ajuda de uma lousa. Se pensarmos que são mais de 50 anos no mesmo modelo de ensino, sendo que nesse mesmo período o mundo já sofreu diversas transformações, é possível perceber um problema.

Segundo Sérgio Agudo, country manager da Udemy que palestrou no evento 2018: A Revolução da Nova Economia, o profissional hoje precisa de 5 vezes mais habilidades necessárias para o mercado de trabalho. A questão latente é: como preparar a nova geração para um mundo em constante mudança se o modelo tradicional claramente não dará conta disso?

“A primeira tendência será o estudo híbrido, misturando online com presencial. A segunda será o foco no desenvolvimento de projetos específicos: não terá uma curso em marketing, mas em Facebook Ads ou SEO, etc. Serão cápsulas de conhecimento”, afirma Agudo.

Algumas iniciativas, como a própria Udemy e a Udacity, que criou os nanodegrees, são apostas no setor. Mas elas não são as únicas mudanças que já estão em curso. Segundo o especialista: “Hoje, a maioria dos grandes grupos tradicionais estão apostando em educação híbrida, com aulas presenciais e também à distância”.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]