Volkswagen anuncia SUV elétrico e autônomo com foco no mercado chinês

João Ortega

Por João Ortega

15 de abril de 2019 às 11:46 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Na China, carros elétricos recebem incentivos por parte do governo. O país é o líder mundial em número absoluto de veículos livres de emissão de gases e é a Tesla quem domina este mercado. Para concorrer com o SUV modelo X, da fabricante de Elon Musk, a Volkswagen anunciou, em Xangai, o utilitário elétrico autônomo ID ROOMZZ.

A previsão é que o SUV da Volkswagen chegue ao mercado chinês em 2021. A fabricante alemã afirmou que ele terá autonomia de carga de até 450 km e atinge o “nível 4” em direção autônoma. Isto significa que o motorista é dispensável e pode inclusive dormir durante a viagem, sendo necessário apenas em caso de estar em um local onde não há geolocalização.

Neste sentido, será possível girar os assentos do veículo autônomo, para criar um “ambiente de lounge”. Serão três fileiras de bancos em um amplo espaço interno. O ID ROOMZZ terá 302cv de potência.

Volkswagen e o mercado de carros elétricos

De acordo com Herbert Diess, presidente da Volkswagen, serão fabricados 22 milhões de veículos elétricos na próxima década. Boa parte desta frota será destinada à China. Atualmente, apenas 50 mil carros do tipo são vendidos anualmente pela fabricante no mundo todo.

Segundo a CNBC, 16 fábricas da Volkswagen serão convertidas para produção exclusiva de carros elétricos, e cerca de metade dos engenheiros da empresa estão desenvolvendo produtos para o mercado chinês. O ID ROOMZZ, porém, deve chegar a outros países após seu lançamento na China.