Evento SITEC procura startups brasileiras com soluções para diabetes

João Ortega

Por João Ortega

10 de abril de 2019 às 15:32 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Startups da área de saúde com soluções voltadas a diabetes podem se inscrever até esta sexta-feira (12 de abril) para o Desafio SITEC de Inovação em Diabetes. O concurso aceita empresas em qualquer fase de desenvolvimento e irá premiar as cinco finalistas. As companhias selecionadas por uma banca especializada irão participar do evento SITEC (Simpósio Internacional de Tecnologia em Diabetes), que acontece entre 25 e 27 de abril, em São Paulo.

As inscrições devem ser feitas pelo site do Desafio. As startups inscritas serão avaliadas com base no potencial em replicar e escalar o negócio, gerando impacto positivo para o maior número possível de pacientes diabéticos. As finalistas, divulgadas até o domingo (14), apresentarão sua solução em um pitch no segundo dia de evento. A startup vencedora subirá ao palco novamente no dia seguinte.

Há diversos prêmios para as cinco finalistas: acesso anual à plataforma da nuvem IBM Cloud, bolsa de R$ 2.500 para investir no negócio e espaço de exposição na Startup Village do evento SITEC. A vencedora, por sua vez, leva uma bolsa quatro vezes maior (R$ 10 mil) e mentoria e consultoria avaliada em R$ 60 mil em Smart Money. Além disso, as duas startups mais bem avaliadas vão à Silicon Valley Learning Experience da StartSe, uma imersão nas empresas mais inovadoras no Vale do Silício.

O Desafio SITEC de Inovação em Diabetes é uma parceria entre a Sociedade Brasileira de Diabetes (SDB) e o Design Thinking Lab. O projeto, que ainda conta com apoio da IBM e da StartSe, tem como missão “incentivar empreendedores brasileiros a olhar para o segmento de saúde, mais especificamente para o apoio e suporte ao diabetes, entender e recortar as principais dores dos pacientes e, com isso, desenvolver soluções que poderão transformar a vida de milhões de diabéticos”.