“O Vale do Silício é a NBA do empreendedorismo”

Da Redação

Por Da Redação

20 de fevereiro de 2017 às 14:52 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Recentemente estive na Visa, em São Paulo, conhecendo uma das empresas que mais estão apoiando empreendedores ao redor do mundo e conversei com Érico Fileno, head de inovação da companhia aqui no Brasil. Meu objetivo era entender um pouco mais do “Track”, programa para acelerar fintechs brasileiras aqui e no Vale do Silício.

Uma coisa me surpreendeu no Érico. Ele divide uma paixão comigo: basquete. Tenho um quadro do Michael Jordan (infelizmente, com o número 45 e não com o 23) na sala da minha casa. Érico já fez loucuras para poder assistir jogos. E ele deu uma das melhores definições possíveis para o Vale do Silício. “O Vale do Silício é a NBA do empreendedorismo mundial”, contou o executivo.

Afinal, é na NBA que estão os melhores talentos do basquete mundial: LeBron James, Kevin Durant, Russell Westbrook, James Harden, Stephen Curry, Kyrie Irving, Anthony Davis, Joel Embiid, entre tantos jogadores que são os melhores no que fazem (e que ontem jogaram o All-Star Game, onde os melhores talentos jogaram).

E no Vale do Silício estão as maiores empresas e startups focadas neste meio: Google, Apple, Facebook, Uber, Airbnb, além da própria Visa. Além disso, outras tantas empresas não sediadas lá possuem escritórios de inovação lá, incluindo aí até o McDonald’s.

Fora as grandes aceleradoras do mundo: Y Combinator, Plug ‘N’ Play, 500 Startups e a GSVLabs – que realiza o Track junto com a Visa. O lugar respira tanto empreendedorismo que estima-se que só São Francisco (uma cidade com 800 mil habitantes) tenha cerca de mais de 5.000 startups. “Ela é a melhor região, onde tudo acontece”, sintetiza Érico.

Quem tem uma fintech poderá conhecer de perto esta região através do Track. “De um modo geral, é ter a Visa como parceira. E o Track a ideia é plugar a startup no Vale do Silício”, diz, destacando que o programa deverá abrir portas para quem participar, não apenas com a Visa, mas com uma quantidade de investidores lá presentes.

Vão ser seis meses de programa: dois no Brasil preparando para ir ao Vale, um mês na GSV no Vale do Silício e mais três novamente aqui para digerir o que foi aprendido por lá. Além disso, a startup vai receber R$ 170 mil em benefícios, R$ 66 mil para custear sua estada e não precisa dar nenhum equity para a Visa. “Vamos dar um banho de loja na startup, passando o perfume. Vamos dar um fôlego para que a startup continue o crescimento dela”, completa.

Ou seja, é uma oportunidade única na vida, que pode ser aproveitada pelo empreendedor que se inscrever no programa até o dia 31 de março (e ser escolhido em uma das cinco vagas). “O Oscar (Schmidt) sofre até hoje por ter feito a escolha de não ter ido para a NBA, pois lá é o melhor lugar”, completa, lembrando que o melhor jogador de basquete do Brasil poderia ter jogado na NBA, mas optou por não ir e continuar defendendo a seleção brasileira.

Afinal, mantendo a analogia, buscar o conhecimento do Vale para o empreendedor é realmente como jogar na principal liga de basquete do mundo – onde tudo acontece e todo mundo está de olho. “É como o cara que joga basquete. O sonho dele é jogar na NBA. Não conheço ninguém que não tenha esse sonho”, termina o executivo.

Para conhecer mais a respeito do Track, clique aqui. Além disso, gostaria também de deixar o link para a Silicon Valley Learning Experience, uma oportunidade criada pelo StartSe no Vale do Silício para que você conheça e aprenda no melhor ambiente empreendedor que existe no mundo. Para conhecer esta oportunidade, é só clicar aqui.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]