Uma empresa de investimentos tradicionais é a que mais tem unicórnios agora

Da Redação

Por Da Redação

20 de setembro de 2016 às 17:27 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Startups estão na moda, é  impossível negar. Tanto que quem mais investiu em unicórnios no momento é uma grande empresa tradicional de investimentos, a Fidelity Investments. Junto com ela, várias outras empresas de investimentos tradicionais, como o Goldman Sachs.

Elas são chamadas de “investidores turistas” por alguns especialistas no mercado de startups, como os venture capitalists – que geralmente eram os grandes provedores de liquidez para este mercado.

Mas há uma diferença: empresas tradicionais de investimento só estão focando startups em late-stage, procurando startups com risco baixo e retornos fenomenais. Aquelas que, em outras épocas, estariam abrindo o capital nos Estados Unidos e seriam alvos destas companhias.

Ou seja: se Maomé (o Unicórnio) não vai a Montanha (investidores), então é a Montanha que vai até Maomé. A Fidelity atualmente investe em 24 unicórnios, como Uber, Snapchat e Pinterest, contra 23 da SV Angel, 20 do Sequoia Capital (talvez o mais tradicional) e 20 da Andressen Horowitz.

Outra grande empresa de fundos convencionais, a T. Rowe Price, investe em 17. “Nos últimos anos, VCs geraram retornos impressionantes para os seus parceiros. O mercado continua volátil e empresas adiam suas idas à bolsa. Isso deve continuar a atrair esses ‘investidores turistas'”, disse Garrett Black, da PitchBook em relatório.

Mesmo assim, esses fundos estão longe de substituir os VCs, principalmente em companhias que ainda estão engatinhando – são eles que investem em empresas praticamente desde sua concepção. Companhias tradicionais como a Fidelity só investem ainda em companhias que já se provaram como negócios viáveis e precisam de um pouco mais de dinheiro.

Uma mera antecipação do que já acontecia…

(Via Business Insider)

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!