Rival do Netflix? Facebook está pensando em produzir séries e programas

Da Redação

Por Da Redação

26 de junho de 2017 às 13:27 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Mais uma empresa está entrando no mercado de conteúdo via streaming: o Facebook. A gigante de Mark Zuckerberg vem competir com Netflix, Amazon, as TVs tradicionais e até mesmo a Apple (que lançou o primeiro programa recentemente).

De acordo com o Wall Street Journal, o Facebook quer produzir programas com até US$ 3 milhões de orçamento por episódio – que é um valor relativamente elevado para certas produções, mas abaixo do que o Netflix tem pago por séries como Sense8 (que tinha um orçamento de US$ 100 milhões para 10 episódios).

Já são dois pilotos que a companhia quer fazer, ambos focando uma audiência de adolescentes e adultos de até 30 anos. A primeira série seria um drama sobre relacionamento chamado “Strangers” e um jogo de televisão, chamado “Last State Standing”.

A companhia, porém, quer lançar os episódios de maneira tradicional, um por um ao longo do período desejado, ao invés de lançar uma temporada de uma vez. O Facebook provavelmente fará igual uma tv tradicional e transmitirá esse conteúdo ao vivo, através da rede social, com algumas possíveis pausas comerciais.

Aparentemente essa é mais uma demonstração do que é possível fazer com a plataforma do Facebook do que simplesmente um interesse em entrar neste mercado. A companhia quer atrair as grandes emissoras a usarem o “ao vivo” da rede social há algum tempo, e tem obtido algumas pequenas vitórias.

Mark Zuckerberg é um dos grandes expoentes do Vale do Silício: ele mostra uma vontade implacável de mudar o mundo, aumentando a conectividade entre as pessoas, e comanda a rede social de forma que ganhe dinheiro e satisfaça sua ideologia ao mesmo tempo. Essa é a mentalidade do Vale do Silício: inovar, criar novos produtos que ajudam as pessoas resolvendo problemas reais e ganhar dinheiro enquanto faz isso. Parece interessante.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]