Startup do Vale do Silício está se tornando a Tesla dos ônibus

Avatar

Por Lucas Bicudo

15 de fevereiro de 2017 às 12:52 - Atualizado há 4 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Proterra está caminhando seriamente para se tornar a Tesla dos ônibus. Desde 2004, a companhia trabalha com o desenvolvimento de ônibus completamente elétricos. Em 2009, fez sua primeira venda: três unidades para o Fothill Transit da Califórnia.

Pulamos para 2017: a startup do Vale do Silício já levantou mais de US$ 320 milhões de capital de risco, abriu sua segunda fábrica e vendeu um total de 400 ônibus. A ideia é ir à público em algum momento desse ano, ou no ano seguinte.

Essencialmente, a Proterra está se tornando a próxima alterativa de transporte.

A guinada começou em 2015, quando vendeu 62 unidades para 12 agências de transito diferentes. Mas, sem dúvidas, o grande momento foi quando anunciou seu modelo de longo alcance, no fim daquele mesmo ano.

Nomeado Catalyst E2, o ônibus pode chegar até aproximadamente 600 km de alcance em uma única carga. Isso significa que o modelo pode operar por aproximadamente 18 horas, similar ao de combustível fóssil.

“Todos os tipos de agências estão agora percebendo que realmente há um veículo que pode lidar com todas as rotas em seus sistemas de trânsito, que é algo que nunca poderia ser reivindicado antes”, comenta o CCO Matt Horton. “Pretendemos construir mais de 100 veículos este ano, o que certamente seria mais do dobro do que fizemos em 2016”, continua.

Juntando tudo, a Proterra vendeu ônibus para agências de trânsito em 36 estados diferentes – incluindo cidades de peso como Nova York, Washington D.C, Los Angeles e Chicago.

Josh Ensign, antigo VP de produção da Tesla, se tornou COO da Proterra em setembro.

(via Business Insider)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

[php snippet=5]