Programas de aceleração da Kyvo e GSVlabs no Brasil terão estágio no Google

Da Redação

Por Da Redação

8 de Maio de 2017 às 16:29 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A parceria entre a consultoria brasileira Kyvo Design-Driven Innovation e o centro de inovação americano GSVlabs passará a contar com o apoio do escritório de inovação do Google, o Launchpad Accelerator, em São Francisco, nos Estados Unidos. A extensão da cooperação foi fechada na última sexta-feira e passa a valer para todas as iniciativas conjuntas entre as duas empresas.

Atualmente, entre outros projetos, Kyvo e GSVlabs são responsáveis pelo programa de aceleração e incubação de startups fintech da Visa, o Track. O programa, com duração de seis meses, anunciou no último dia 26 as cinco startups escolhidas (entre 180 inscritos) para receber investimentos de R$ 235 mil cada para o desenvolvimento de seus negócios. São elas: Beetech, Dataholics, Foxbit, Next One e Safe.

“A parceria da GSVlabs com o Google agora se estende também aos programas de inovação estruturados pela Kyvo no Brasil. Isso significa que todos os nossos programas farão parte do Google Launchpad Accelerator. Sem dúvida é um grande atrativo”, diz o sócio-fundador da empresa, Hilton Menezes. Segundo ele, nos Estados Unidos, GSVlabs e Launchpad realizaram em janeiro o Pioneer Accelerator, evento para a aceleração de startups do Brasil, Estados Unidos e México, que contou com a participação do chairman do PayPal, John Donahoe, e Andrew Ng, cientista-chefe da chinesa Baidu.

No caso do Track, as atividades com o Launchpad incluem a assistência de experts em tecnologia para buscar soluções em seus produtos e conteúdos sobre como questões críticas de negócios podem ser atendidas via design de serviços e experiências com clientes.

Além dos dias na plataforma do Google, as fintechs ficarão imersas com outras 170 startups que estão sediadas no GSVlabs, um espaço de cerca de 7 mil metros quadrados no Vale do Silício. Lá, terão contato com núcleos de inovação de grandes empresas americanas, como Intel, IBM, JetBlue e 3M, além da mentoria e acesso às metodologias do centro de inovação. No total, as startups brasileiras permanecerão um mês na região.

“A ida ao Launchpad, além de proporcionar conhecimento sobre novas tecnologias e seus direcionamentos ao mercado, é uma forma de fazer as startups se aproximarem das práticas adotadas pelo Google, o que é sempre uma experiência única”, diz Bobby Amiri, diretor de negócios internacionais do GSVlabs.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]