Netflix cancela duas séries populares e CEO diz que quer cancelar ainda mais

Da Redação

Por Da Redação

2 de junho de 2017 às 11:05 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A estratégia de fazer um grande número de séries tem dado certo para o Netflix, que ganhou muita notoriedade nos últimos anos e se tornou um nome comum para os consumidores. Contudo, a empresa tem gastado muito mais dinheiro do que arrecada e pode estar em um caminho não sustentável.

Para isso, a empresa precisa trabalhar uma coisa: aumentar a sua rentabilidade frente cada série que ela produz. As que gastam muito dinheiro precisam ser canceladas para que a companhia continue produzindo séries que mais trazem assinantes e que fazem mais sucesso. Com esse objetivo, Reed Hastings, CEO e fundador da empresa, quer que a empresa cancele mais séries.

Ele fala isso após a empresa cancelar duas séries recentemente: Sense8 e Get Down. Embora populares, nenhuma das duas foram séries que fizeram um sucesso explosivo, como o controverso 13 Reasons Why – que foi usada pelo CEO como exemplo de série que fez um sucesso maior que o esperado, nesta série de “tentativas” que o Netflix tem feito recentemente.

A estratégia é simples: lança uma série, vê se ela faz sucesso. Fez muito sucesso, renova para uma próxima temporada. Não fez muito sucesso, cancela. “Temos um índice de acerto muito alto agora. Cancelamos pouquíssimas series. Eu estou sempre pressionando o grupo de conteúdo, de que temos que tomar mais risco, tentar mais coisas loucas. Deveríamos ter um índice de cancelamento mais alto”, disse Hastings em entrevista à CNBC – mostrando que tem a mentalidade do Vale do Silício.

A companhia vem buscando atingir um “novo hit”. “Você consegue alguns sucessos, mas também alguns sucessos inacreditáveis como 13 Reasons Why. Isso surpreendeu a gente também. Quero dizer, é uma grande série, mas não imaginávamos que ia pegar do jeito que pegou”, destaca o CEO.

Uma lição fica clara para todos as startups que tentam emular o sucesso da Netflix: não adianta torrar dinheiro para ter crescimento acelerado. Precisa ter cuidado com seu produto e maximizar o ROI (Return over Investment, retorno sobre investimento) o tempo todo. Dê uma olhada no nosso passo-a-passo para montar sua startup.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]