Jeff Bezos tem uma mensagem para empresas que querem continuar vivas

Da Redação

Por Da Redação

12 de abril de 2017 às 18:54 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Essa semana foi marcada por um acontecimento muito estranho nos Estados Unidos. Precisando de lugares para levar funcionários, a United Airlines agrediu e arrastou um cliente inconsciente pela aeronave. Depois disso, um memorando do CEO da empresa falava que os funcionários “seguiram o processo” determinado para casos como esses.

Esse é o PIOR dos mundos. Algo que pode ser tão danoso para a United que vai matar a companhia. Companhias precisam ser arejadas o suficiente para mudar os seus processos no meio do caminho e garantir a satisfação do cliente. Essa é a opinião de Jeff Bezos, fundador da Amazon, uma gigante que pode valer US$ 1 trilhão em breve.

Para ele, a empresa pode entrar num cansaço que é seguido irrelevância e um declínio longo e doloroso que resulta na morte da companhia. Mudar os processos, entender o motivo de suas existências e colocar o cliente em primeiro lugar. “Isso acontece muito frequentemente em grandes organizações. O processo se transforma no próprio resultado que você quer. Você para de prestar atenção no que acontece só para ter certeza que você está fazendo o processo da maneira correta”, afirma Bezos.

“Não é raro que um líder júnior defenda um resultado ruim com algo parecido ‘bom, nós seguimos o processo’”, destaca. Enquanto isso, líderes melhores e mais experientes podem usar questões como as que surgiram no voo da United para melhorar o processo. “O processo não é uma coisa. Sempre vale a pena perguntar: nós somos donos do processo ou o processo é nosso dono?”, completa.

Isso permite que companhias não se tornem gigantes engessadas – algo que pode ser completamente danoso para elas. Temos um e-book gratuito sobre este assunto – e como startups podem ajudar grandes corporações -, além de um evento em São Paulo para tratar do assunto. Não deixe de conferir.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]