Ideia boa? Homem levanta US$ 35 milhões para sua startup em apenas 30 segundos

Da Redação

Por Da Redação

1 de junho de 2017 às 15:07 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

30 segundos é o tempo de um comercial de televisão comum, mas foi o suficiente para Brendan Eich levantar um investimento de US$ 35 milhões para sua startup – a Brave Software, responsável por um browser de internet. Eich, criador do JavaScript, também é fundador da Mozilla, que faz o Firefox.

Agora, ele quer criar um novo browser para resolver um grande problema da internet, que são os anúncios intrusivos que surgem e atrapalham a experiência do usuário e tempo de carregamento de página. Essa é a premissa do Brave, o que o fez ser compreendido como “boa ideia” a ponto de levantar US$ 35 milhões em poucos segundos.

A jornada de Eich é bastante comum no Vale do Silício: responsável por um produto de sucesso, montou sua própria companhia, empreendeu, teve sucesso e agora já está em sua segunda operação. A mentalidade do Vale do Silício é uma mentalidade de rebeldia, inquietação e busca de fazer o mundo um lugar melhor – conheça-a aqui.

Essa foi a terceira grande captação de Eich para a Brave: a primeira foi de US$ 2,5 milhões, seguida por um round de US$ 4,5 milhões posteriormente – totalizando US$ 7 milhões. O projeto existe há dois anos, mas só agora as intenções verdadeiras dele para o mercado publicitário começam a se desenvolver.

Uma revolução para os anúncios

Anúncios são um grande negócio na web. Gigantesco, a contar pelo tamanho de Google e Facebook. Ele quer arrumar o maior problema que existe com a web, e na visão de Eich, esse problema são os anúncios (que permitem que boa parte do conteúdo da internet seja gratuito para você, o leitor final). A ideia dele? Acabar com os anúncios com tecnologia de bloqueio.

Isso, ele destaca, faria a internet ser de duas a quatro vezes mais rápida e permite um maior grau de anonimato na internet, já que muitas pessoas se incomodam com o quanto as grandes corporações sabem sobre elas. Um grande benefício para o usuário final, não é?

Mas Eich quer mais. Ele quer substituir esses anúncios por outros. Não se sabe como ele vai se livrar das críticas que virão: hipocrisia (por criar um navegador para matar algo que ele vai, no futuro, colocar ele próprio) e do sequestro de anúncios por outros (já que não é direito dele decidir o que as pessoas vão ver ou não de anúncio na internet, e sim de quem produz o conteúdo).

A ideia é criar uma web com anúncios menos intrusivos. E no meio tempo, criar valor para o usuário: das receitas de propagandas, os produtores de conteúdo receberão 55%, 15% irá para a Brave, 15% para o parceiro que provê os anúncios e 15% irá direto para o usuário – que, então, decidirá fazer pagamentos para quais sites. E o site que ele fizer a doação ficará sem anúncios para aquele usuário. Interessante?

A Brave está  disponível em todas as grandes plataformas em breve – Windows, OS X, Android e iOS. Enquanto isso, Brendan vai angariando fundos para financiar seu negócio. “Vamos levantar até chegarmos a sermos lucrativos. E isso a gente espera em breve”, destaca.

ICO

Mas como é possível levantar tanto dinheiro em tão pouco tempo? A Brave fez um ICO (Initial Coin Offering), uma operação que tem se tornado cada vez mais comum. É como se a empresa estivesse abrindo o capital somente com ações preferenciais (aquelas que não dão direito a voto ou controle da empresa).

A companhia vende uma quantidade de “moedas digitais” cujo valor é atrelado ao resultado da própria empresa. É um mercado altamente desregulado e que tem ganhado cada vez mais importância, levantando rumores de que o governo irá regular. Assim que foi lançado, demorou 30 segundos para que as moedas novas acabassem.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]

Cursos Startse para você iniciar: