Carros autônomos possuem aliado para se tornarem realidade: governo Obama

Da Redação

Por Da Redação

20 de setembro de 2016 às 15:57 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O governo americano tem pressa para aprovar uma regulação moderna que permita que ele mesmo saia da frente na questão dos carros autônomos. E com isso, a ideia é que os carros estejam nas ruas assim que a tecnologia estiver disponível – o que, acredita-se, salvaria milhares de vidas.

Isso ocorre após o lançamento de um documento de 116 páginas com a nova política regulatória para o setor no país, nesta terça-feira. “Veículos autônomos possuem o potencial de salvar milhares de vidas, sendo o maior aumento na segurança das estradas que este país já teve”, afirmou Anthony Foxx, secretário de transportes do país.

O atual presidente do país, Barack Obama também partilha desse otimismo e também quer ver os carros autônomos na rua o quanto antes. “Estamos determinados a ajudar o setor privado a acertar essa tecnologia deste o começo dela”, destacou em um artigo em jornal.

A expectativa é que essas regras sejam flexíveis e mudem conforme novos avanços tecnológicos sejam realizados, além da captação do interesse geral do público. No momento, os carros são testados em estados diferentes (do Google na Califórnia e da Uber na Pensilvânia, por exemplo) e regras diferentes estão se aplicando para cada um deles. Agora, centraliza-se.

Gary Shapiro, presidente da Associação para Tecnologia de Consumo, destacou que as regras são muito bem-vindas. “Elas deverão derrubar leis que inibem a inovação ou fazem tecnologias avançadas ficarem inacessíveis para a maior parte dos consumidores”, afirma.

Contudo, o governo deverá continuar de olho para impedir que acidentes como o ocorrido com a Tesla prejudiquem a tecnologia. “A forma mais rápida para pressionar os freios na inovação é fazer o público perder confiança na segurança de novas tecnologias. Governo e indústria precisam ter responsabilidade e impedir isso de acontecer”, completa Obama.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!