Google, Salesforce, Microsoft e Verizon querem comprar o Twitter

Avatar

Por Lucas Bicudo

23 de setembro de 2016 às 14:02 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Twitter continua a evoluir a ideia de uma possível venda de seu core business e as últimas novidades sobre o assunto vêm de supostas ofertas de potenciais compradores interessados na negociação, segundo informações da CNBC e o site TechCrunch.

O Google e a Salesforce estariam interessados em comprar a companhia, além da Microsoft e a Verizon, mas estas com menos força na disputa pela aquisição.

O Twitter atualmente possui um valor de mercado de US$ 13,3 bilhões, e está aberto hoje para negociações com uma alta de quase 22% no preço de suas ações em resposta aos rumores.

Google, Microsoft e Verizon já foram relatados como potenciais pretendentes no passado e o que se escuta é que o interesse da Microsoft está, em partes, em manter o preço de suas ações em alta e afastar o negócio das mãos da Salesforce.

Salesforce possui atualmente metade do valor de mercado do Twitter em suas reservas, significando que se ela quiser adquirir a companhia, teria que gastar todo seu dinheiro de caixa e ainda fazer o resto da compra em ações. Estaríamos falando da maior aquisição de longe da empresa, que já gastou mais de US$ 4 bilhões em compras no primeiro semestre do ano.

O Google como um pretendente faz muito mais sentido para o Twitter, a começar pelo aspecto financeiro: o caixa gigantesco de US$ 73,1 bilhões poderia financiar facilmente a compra.

A Verizon, por último, não cria suspense sobre seu interesse na compra de propriedades de mídia para adicionar uma nova onda de negócios para as suas raízes tradicionais como um player de telecomunicações.

Até agora são só rumores, mas as ofertas podem começar logo à medida que a diretoria do Twitter está ansiosa em concretizar negociações. A CNBC diz, entretanto, que pode não existir nenhuma novidade sobre essa questão até o fim do ano.

(via TechCrunch)

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!