Escritório de advocacia Pinheiro Neto abrirá base no Vale do Silício

O objetivo é de atender o fluxo de advogados do escritórios presentes na região, atender clientes e prospects

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

18 de julho de 2018 às 12:50 - Atualizado há 2 anos

Os escritórios de advocacia tem se aproximado cada vez mais das startups, seja prestando serviços para estas empresas ou realizando parcerias com lawtechs. O escritório de advocacia Pinheiro Neto deu um passo mais próximo ao maior ecossistema de startups do mundo ao anunciar nesta quarta-feira (18) a abertura de seu escritório no Vale do Silício. O espaço servirá como base para o fluxo de advogados do Pinheiro Neto que possuem clientes na região.

A base no Vale do Silício aproximará os advogados do escritório com o ecossistema de inovação do local. Hoje, ao escritório conta com 60 advogados especializados em inovações como e-commerce, economia compartilhada, IoT, blockchain, venture capital e startups de diversos setores.

O escritório começou a atender clientes de tecnologia em 1980, quando uma indústria de informática chegou no Brasil. Hoje, a área de tecnologia do escritório de advocacia cresce, em média, 37% em volume de negócios por ano – o que torna a área cada vez mais importante para a empresa. A expectativa é, inclusive, de realizar novos investimentos.

O Pinheiro Neto acompanhou a modernização dos serviços de internet no país e aos poucos foi se adequando às necessidades jurídicas das novas empresas de tecnologia.  “As novas empresas do mercado têm uma dinâmica de trabalho ágil e prática, lançando novos serviços e parcerias diariamente, ao mesmo tempo que precisam ser cuidadosas com dados sigilosos de consumidores, rápidas mudanças regulatórias e especificidades societárias”, afirma Larissa Galimberti, sócia do Pinheiro Neto e especialista em transações em tecnologia.

A base no Vale do Silício servirá como um apoio para os advogados do escritório que frequentam constantemente na região. Não haverá um time fixo presente na região – mais precisamente na cidade de Palo Alto, na Califórnia. Conheça aqui como funciona o maior ecossistema de startups do mundo e as cidades que o compõe.

Essa é a nova aposta internacional do escritório Pinheiro Neto, que fechou seu escritório em Londres em 2004 – e o projeto foi bem recebido. “O projeto do escritório no Vale foi desenvolvido em seis meses e aprovado por unanimidade pelos sócios”, disse Alexander Bertoldi, sócio-gestor do Pinheiro Neto ao Valor Econômico.

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store