Elon Musk revela planos para colonizar Marte através de SpaceX

O empreendedor, que está revolucionando o mundo, pretende construir uma cidade no planeta vermelho nos próximos anos

Avatar

Por Da Redação

27 de setembro de 2016 às 18:11 - Atualizado há 3 anos

Elon Musk

De acordo com Elon Musk, o mundo precisa estudar uma forma de colonizar outro planeta antes que acabemos com todos os recursos. Ele chama isso de “seguro” contra uma calamidade que pode vir a a atingir o planeta Terra no futuro, como, por exemplo, um grande meteoro capaz de acabar com a raça humana.

E por conta disso mesmo, ele tem planos para colonizar o nosso vizinho nos próximos anos. O empreendedor discursou durante a abertura no 67º Congresso Internacional de Astronáutica, em Guadalajara, no México. E mostrou seus planos, por lá, passando um vídeo (que você confere no topo desta matéria) para um meio de transporte capaz de levar 100 pessoas para Marte por viagem.

O empreendedor, famoso pelo PayPal, que está revolucionando o mundo com Tesla e SpaceX, pretende construir uma cidade no planeta vermelho e fazer um processo de terraformação por lá, para deixar Marte mais parecida com o nosso próprio planeta.

O plano é que o ITS (Interplanetary Transport System) seja um meio relativamente barato, custando “apenas” US$ 200 mil por passageiro transportado até Marte. Musk diz que, com as tecnologias de atualmente, custaria cerca de US$ 10 bilhões para levar e trazer uma pessoa do planeta.

O funcionamento é simples: para ir para o espaço, o ITS será impulsionado por um foguete da SpaceX que retornará à Terra. Uma vez no espaço, o ITS se acoplará com um tanque de combustível e o abastecerá até Marte, juntamente com dois painéis solares.

O equipamento será muito potente e fará mais de 100 mil quilômetros por hora, percorrendo cerca de 2 milhões de quilômetros por dia. Isso seria o suficiente para chegar em Marte em 115 dias, se o lançamento ocorrer no período em que Terra e Marte estão mais próximos.

Ele não quis, contudo, dar uma estimativa para quando o ITS puder fazer esse tipo de viagem. A ideia é que a SpaceX mande uma sonda privada em dois anos. “Eu não sou bom com essas coisas”, disse, em referência à prazos.

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!