Carros autônomos da Uber não irão durar, explica expert do MIT

Avatar

Por Lucas Bicudo

23 de setembro de 2016 às 12:18 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Uber recentemente colocou uma frota de carros autônomos para rodar em Pittsburgh, Pennsylvania.

Estamos falando de um desenvolvimento surpreendente, apenas poucos anos após a empresa substituir os tradicionais táxis e transformar como as pessoas circulam pelas cidades. Mesmo que esses veículos ainda possuam certas limitações, é fácil imaginar um futuro onde eles nos levam de um ponto ao outro como nos filmes de ficção.

Mas há quem discorde dessa visão. Kent Larson, arquiteto e líder do grupo Changing Places, do MIT Media Lab, para remodelamento de cidades, disse que os táxis autônomos serão apenas uma fase na história do transporte nas cidades.

A maior parte das viagens, diz ele, envolvem indivíduos que se deslocam em torno de seus próprios bairros muito abaixo das velocidades máximas que os carros podem atingir.

“Por que nós temos um veículo de 1 tonelada, que cabem cinco pessoas, para mover uma só em distâncias curtas e com pouca velocidade?”

Carros autônomos compartilhados, mesmo que cortem o número total de veículos ao que uma cidade precisa, ainda necessitará de uma grande infraestrutura de condução e estacionamento.

Isso não quer dizer que a tecnologia não anime Larson. Em seu próprio laboratório, ele trabalha em uma variedade de veículos autônomos, mas eles são menores, pesam menos, e não são feitos para família e grandes distâncias.

“O que contemplamos é um passo lógico rumo à essa visão. Mas um passo intermediário ainda, que parecerá arcaico no futuro”, diz. “É como o cavalo e a charrete. Nós nos livramos do cavalo e construímos os primeiros carros em cima do modelo da charrete. Mas eles não duraram muito, embora parecessem futurísticos em sua época”.

Larson não diz especificamente sobre a companhia Uber – talvez seja ela mesma que esteja liderando a revolução dos automóveis no futuro -, mas sim sobre a ideia de táxis autônomos, nos moldes dos carros que temos hoje. O futuro vai ser feito de pods…

(via Business Insider)

[php snippet=5]
E não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!