Amazon testa reduzir jornada de trabalho para aumentar produtividade

Da Redação

Por Da Redação

6 de setembro de 2016 às 11:46 - Atualizado há 5 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A gigante Amazon está planejando um programa piloto em que um seleto grupo de funcionários só precisará trabalhar 30 horas por semana, informa o Washington Post. Isso é o equivalente a 6 horas de trabalho por dia, o mesmo que um estagiário no Brasil.

Em vez da semana de 40 horas, ou, como se tem tornado cada vez mais comum, a semana de 50, 60 ou 70 horas, “a maior startup do mundo” vai deixar aproximadamente uma dúzia de funcionários trabalharem apenas 30 horas por semana e receberem 75% do seu salário típico, mas ainda reter todos os seus benefícios, como plano de saúde.

A Amazon se notabilizou por alguns “abusos trabalhistas”, dado que algumas pessoas basicamente viviam no trabalho. Por lá, sobram queixas de que a atenção dos funcionários é pobre e o pessoal é estafado. A ideia com esse projeto é mandar uma mensagem de que as pessoas são importantes para a companhia.

Outras companhias já buscaram uma redução das horas de trabalho nas companhias. Uma companhia chamada Treehouse, por exemplo, viu seus funcionários ficarem mais felizes e produtivos desde implantar uma jornada de 32 horas semanais em 2006 – coisa que a Amazon vai emular agora.

[php snippet=5]
E por último, não esqueçam de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook!