As 19 startups mais quentes de São Francisco

Localizadas no maior ecossistema de inovação do mundo, as 19 startups selecionadas trazem soluções para diversos segmentos

0
shares

São Francisco – sim, onde está localizado o Vale do Silício – é a cidade que concentra o maior ecossistema de startups do mundo. Ano após ano, observamos empresas originadas dessa área atingirem o sucesso – como a Uber, Google e Airbnb – e observamos outras promessas. 19 startups foram selecionadas para ficarmos de olho no ano que vem, segundo investidores e membros ativos do ecossistema, compilados pelo Business Insider.

Estamos também realizando um censo de startups para determinar quais são as melhores startups de cada cidade no Brasil. Para poder contribuir com o censo (e ter a oportunidade de ganhar prêmios com isso), basta separar 5 minutinhos do seu dia e clicar neste link para respondê-lo - seja você empreendedor, investidor, trabalhador de uma startup ou qualquer agente que esteja conectado ao ecossistema.

Confira as 19 startups:

Motiv

Fundada em 2013, traz um wearable (dispositivo tecnológico para ser usado) em forma de um anel de metal. O anel de metal avalia os batimentos cardíacos, a qualidade do sono, os passos caminhados, a queima de calorias, entre outros. É a prova d’água e pode ser utilizado 24h por dia. O diferencial dos outros wearables é que pode ser separado de um telefone por até 5 dias e ainda armazenar os dados. Para a Motiv, o dispositivo deve ser uma solução simples para pessoas que querem melhorar a saúde.

Nurx

Com dois anos de atividade, é considerado o “Uber da contracepção”. Substitui uma ida ao médico: a mulher coloca suas informações no aplicativo e um médico avalia, dando o aval e o conselho. Há a possibilidade de comprar o contraceptivo (como a pílula, por exemplo) pelo aplicativo, sem taxa extra pelo delivery. Para as mulheres que não possuem plano de saúde, a Nurx ajuda na escolha.

Virta Health

É uma companhia médica que faz tratamentos personalizados para diabetes. O objetivo da startup é acabar com a diabetes tipo 2, sem medicamentos ou cirurgias. A Virta Health utiliza um time de médicos, coaches e algoritmos para abordar a bioquímica da diabetes e tentar revertê-la.

Brandless

Startup que vende bens de consumo em embalagens sem marca, pelo preço fixo de US$ 3. Para a Brandless, não nos importamos tanto com a marca do que consumimos, quando não está associada a embalagens. Na embalagem dos produtos vendidos pela Brandless, há apenas uma descrição do produto e seus ingredientes. Foi fundada em 2015, mas lançada em julho deste ano.

Trove

Criada em 2016 pelo funcionário da Uber Michael Pao e Jon Perlow, a Trove simplifica o self-storage. A Trove se conecta com as empresas de armazenamento com espaços ociosos. Por menos de US$ 100 dólares por mês, as pessoas contratam a Trove, que busca os produtos e os leva para o armazenamento. A startup possui um aplicativo que cataloga todos os objetos guardados e o cliente pode pedi-los de volta. Novamente, quem faz a entrega é a Trove, agora, de volta para o dono.

Spoke

A startup usa a inteligência artificial em chatbots. A inteligência artificial responde as questões convencionais e, quando não consegue responder a questão, repassa-a para a equipe específica da empresa. O objetivo é de aumentar a organização e produtividade de seus clientes – entre eles, DoorDash, Turo e Nuera. Foi fundada em 2016.

Holberton School

Fundada em 2015, é uma escola de tecnologia em São Francisco, com um modelo de negócios diferente: não cobra mensalidades. Os alunos devolvem 17% dos seus salários nos primeiros três anos após a formatura. A maior parte do corpo docente é formada por estudantes que trabalham em projetos específicos e se ensinam. O objetivo é democratizar o ensino de tecnologia, que é pouco acessível até mesmo nos Estados Unidos. Alguns de seus alunos foram contratados pelo Google, Linkedin e NASA.

Crew

É um software de comunicação para profissionais que não trabalham na frente de seus computadores, como garçons e enfermeiros. Permite que profissionais se comuniquem instantaneamente, mas é focado em mobile. Possui ferramentas para gerenciamento de turnos e tarefas e é facilmente customizável de acordo com as necessidades. Fundado em 2015.

Rothy

Criada em 2016, a startup produz sapatilhas para mulheres a partir de garrafas plásticas recicladas. Os calçados são produzidos em uma impressora 3D. Foi aclamada pela Vogue e investidores pela iniciativa simples e eco-friendly.

Dote

É uma loja em aplicativo onde consumidores podem encontrar marcas como Sephora, Brandy Melville, Urban Outfitters and Ugg – marcas femininas que não são encontradas na Amazon. As usuárias do aplicativo recebem notificações quando suas lojas favoritas entram em promoção. Criada em 2014.

Qadium

Fundada em 2012 por um ex-agente da CIA, a Qadium analisa a internet em busca de ameaças para empresas, avaliando dispositivos que estão fora da rede corporativa e mais vulneráveis a ataques. A startup alerta seus clientes enviando em até uma hora uma notificação para o departamento de TI da empresa.

Payjoy

A startup quer ajudar 2 bilhões de pessoas a comprarem celulares. Para a Payjoy, a falta de crédito é o impeditivo e essas pessoas não conseguem comprar a vista. A startup resolve o problema, cobrindo 80% do custo dos celulares. Pelo empréstimo, os consumidores acabam pagando juros, mas a Payjoy afirma que é menor do que para os concorrentes. Para realizar a compra, os clientes devem se cadastrar com a conta do Facebook, RG e um número de celular. Foi criada em 2015.

Atrium LTS

Uma startup que utiliza softwares para automatizar contratos e outros documentos corporativos. Fundada em 2017 por Justin Kan.

Gladly

É uma plataforma de atendimento ao consumidor que acaba com os números de protocolos. Ao invés dos protocolos, a Gladly concentra as informações em apenas um lugar, facilmente acessado pelo nome do cliente. Criada em 2014.

Modsy

Criada em 2015, a Modsy é uma plataforma que permite testar móveis na projeção de sua própria casa virtualmente. A projeção é feita a partir de fotos e possibilita reorganizar e redesenhar todos os cômodos.

Zipline

A Zipline faz entregas via drones de medicamentos, sangues, vacinas e outros suprimentos médicos para lugares com dificuldade de acesso. Os suprimentos são auxiliados por um paraquedas. Os suprimentos são pedidos via mensagem de texto e a startup afirma que tem capacidade de realizar 500 entregas por dia. Fundada em 2011, mas lançada em 2016.

Autofi

A plataforma da Autofi ajuda pessoas a analisarem ofertas de financiamento de carros em um portal ou aplicativo. A startup afirma que leva apenas 30s para o usuário decidir o financiamento. A concessionária escolhida reúne todos os documentos necessários para o financiamento e entrega para o cliente da Autofi junto ao carro. Fundada em 2015.

Numerai

Numerai é um hedge fund comandado por inteligência artificial criado por milhares de cientistas de dados anônimos. Todas as transações são criptografadas para prevenir que engenheiros anônimos vejam as transações de comércio que o sistema está fazendo. Os engenheiros que contribuem com a criptografia do sistema são recompensados. Fundado em 2015.

Figma

Plataforma que permite que designers realizem projetos juntos, em tempo real. Os profissionais podem salvar diferentes versões do projeto e trabalhar quando quiserem em cada arquivo.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

Atualize-se em apenas 5 minutos


Receba diariamente nossas análises e sinta-se preparado para tomar as melhores decisões no seu dia a dia gratuitamente.

Comentários