Grupo chinês investe R$ 1 bilhão em energia solar e eólica na Bahia

João Ortega

Por João Ortega

16 de maio de 2019 às 11:13 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou nesta quarta-feira a captação de R$ 1 bilhão para usinas de energia limpa no estado. O grupo chinês CGN Energy International Holdings será responsável por desenvolver parques de energia eólica e solar em quatro regiões da Bahia.

“Uma notícia maravilhosa. Um investimento de R$ 1 bilhão em energia eólica e energia solar na Bahia, na região de Caetité, Tanque Novo, em Morrinhos e Bom Jesus da Lapa”, afirmou Costa em sua conta no Twitter, ao lado de Zhang, presidente do grupo chinês. Em junho, será realizado um anúncio formal com a presença do executivo na China no Brasil.

Este não é o primeiro investimento do CGN Energy no nordeste. Em janeiro, a empresa comprou cerca de R$ 3 bilhões em ativos energéticos eólicos e solares pertencentes ao grupo italiano Enel Green Power. A transação espera a aprovação das autoridades competentes no Brasil e deve ser oficializada ainda em 2019.

A tecnologia chinesa no Brasil

Além dos negócios com a CGN Energy, Rui Costa aproveitou a viagem à China para estreitar relações com outras empresas de tecnologia. É o caso da fabricante de veículos elétricos BYD. Com foco em sustentabilidade, a empresa estabeleceu uma parceria para produzir os trens elétricos VLT (veículos leves sobre trilhos) que serão instalados em Salvador e cidades próximas à capital. A BYD também trouxe ônibus elétricos a São Paulo.

Outro destino do governador foi a Huawei. A gigante de tecnologia foi responsável por fornecer câmeras de reconhecimento facial que foram testadas durante o carnaval de Salvador. Segundo Rui Costa, a visita serviu “para conhecer novas tecnologias para tornar nosso Estado cada vez mais inteligente”.

A StartSe também realiza missões na China para conhecer as principais empresas de tecnologia de um dos maiores polos de inovação do mundo. Conheça mais sobre a Missão China!