Disney e Tencent escolhem escritor virtual da China como novo roteirista de Star Wars

João Ortega

Por João Ortega

23 de outubro de 2019 às 17:29 - Atualizado há 9 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

Apesar de ser um grande sucesso mundial, a franquia Star Wars não tem o mesmo êxito na China. A Disney, que é dona do universo criado por George Lucas nos anos 1970, procura aumentar a relevância da série no segundo maior mercado cinematográfico do mundo (apenas atrás dos EUA). Para tanto, fez uma pareceria com a plataforma virtual China Literature, da Tencent, onde encontrou o escritor que será responsável por criar os novos capítulos da saga.

A China Literature é uma plataforma aberta onde qualquer escritor pode compartilhar suas obras de forma gratuita e não remunerada. Aqueles que criam uma maior base de seguidores, porém, são contratados como produtores de conteúdo oficiais da Tencent. Entre eles, está “Sua Majestade Real”, codinome de um autor chinês cujo sucesso na rede chamou atenção da Disney.

Ele foi escolhido pela parceria entre Disney e Tencent para escrever um romance Star Wars. Não foi especificado pelas empresas, porém, se a história vai se passar depois da trilogia mais recente, cujo capítulo final, chamado A Ascenção Skywalker, chega aos cinemas em dezembro deste ano.

“Sua Majestade Real seguirá a visão de mundo geral de Star Wars e, se outros autores estiverem envolvidos nas histórias criadas por Sua Majestade o Rei, eles precisarão seguir as diretrizes dele”, afirma um representante da China Literature ao portal Abacus. Ou seja, assim como os roteiristas da terceira trilogia tiveram que escrever os filmes baseados nas obras anteriores, qualquer nova história no universo Star Wars terá de ser fiel aos acontecimentos do romance do autor chinês.

Star Wars na China

O romance vai unir as particularidades do universo Star Wars às características das histórias chinesas e também às formas de consumo digital de literatura no país. Neste sentido, o romance será distribuído de forma seriada, em capítulos periódicos, com foco na leitura rápida em dispositivos móveis.

Sua Majestade Real tem 420 mil seguidores em plataformas literárias da China e já lançou quatro livros. Um deles traz a temática da ficção científica e dois são do gênero xianxia, histórias de artes marciais com aspectos de fantasia. Estes elementos serão influências no novo Star Wars.

Desde 2016, os quatro filmes do universo Star Wars (O Despertar da Força, O Último Jedi, Rogue One e Solo) levantaram, juntos, apenas cerca de US$ 250 milhões na China. Como comparação, apenas O Despertar da Força rendeu quase US$ 2 bilhões mundialmente. Já outro sucesso mundial da Disney, Vingadores: Ultimato teve uma bilheteria de US$ 614 milhões na China, provando que os blockbusters americanos tem potencial no país asiático.

Para a Disney, posicionar uma de suas principais franquias no país mais populoso do mundo é uma estratégia óbvia de mercado. Para a Tencent, o projeto vai validar a plataforma China Literatura como uma das mais importantes editoras digitais do mundo. Para Sua Majestade Real, será uma oportunidade única de transformar uma das histórias mais famosas do ocidente por meio da literatura chinesa do século XXI.

Conheça os dois próximos eventos da StartSe para quem quer redefinir o futuro:
Inteligência Aritificial Conference
Silicon Valley Conference