Conheça a Liulishuo, a quinta edtech chinesa a abrir capital na bolsa de NY

Liulishuo é uma das primeiras empresas a integrar educação e inteligência artificial , fornecendo uma experiência personalizada e eficiente

Avatar

Por Isabela Borrelli

13 de novembro de 2018 às 06:17 - Atualizado há 1 ano

No dia 27 de setembro, o co-fundador e CEO da empresa, Wang Yi, pressionou o botão de início e o IPO, na Bolsa de Valores de Nova York, tornando a chinesa Liulishuo uma empresa pública, com ações listadas da bolsa americana. A startup chinesa de tecnologia de educação que utiliza Inteligência Aritificial em seu App tornou-se a quinta empresa de educação chinesa a listar suas ações nos Estados Unidos, após o OneSmart, Puxin, Sunlands e Ambow. No dia do IPO, suas ações foram inicialmente valorizadas em 28% desde o preço de abertura de US $ 12,50 para US $ 16 por ação. No entanto, ao final desta segunda-feira (12), o valor era de US $ 8,77 cada.

Lançada em 2012, Liulishuo é uma das primeiras empresas a integrar com sucesso a IA e a educação com seus programas pioneiros de inglês, que proporcionam aos usuários experiências de aprendizado customizadas e eficientes. Os muitos produtos da empresa incluem preparação para o teste IELTS, leitura fluente e lições de pronúncia.

O CEO Yi chama o seu modelo de “Educação 3.0”, em contraste com o aprendizado 1.0, baseado em offline e auto aprendizado, e 2.0, baseado em professores. Segundo o executivo, em alguns casos, os produtos orientados para inteligência artificial da Educação 3.0 podem substituir os professores da vida real e fornecer uma experiência de aprendizado ainda mais personalizada. O App chegou a 83,8 milhões de usuários registrados em todo o mundo em 30 de junho de 2018. Com o crescimento contínuo dos usuários pagantes, as receitas da Liulishuo também estão subindo rapidamente.

A receita da empresa entre 2016 e 2017 foi de US$ 1,77 milhões e US$ 23,7 milhões. Yi disse que a receita no primeiro semestre de 2018 foi de US$ 35,1 milhões de dólares, também muito superior ao mesmo período de 2017.

Após a abertura de capital na Bolsa de Nova York, a empresa anunciou que o novo nome da marca será “LAIX”, que significa life empowered via artificial intelligence to reach (X) endless possibilities, ou em tradução literal, vida empoderada pela inteligência artificial para alcançar (X) possibilidades infinitas.

A LAIX continuará desenvolvendo tecnologia de IA, como reconhecimento de fala, aprendizado profundo e aprendizado adaptativo para criar um professor de IA mais inteligente. De acordo com o CEO Yi, os fundos levantados pelo IPO serão utilizados para pesquisa e desenvolvimento, vendas e marketing, bem como para propósitos corporativos gerais, incluindo potenciais investimentos estratégicos e aquisições.