WeWork recebe aporte de US$ 500 milhões para investir em mercado específico

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

27 de julho de 2018 às 19:38 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Podemos esperar uma atuação mais forte da WeWork em um mercado específico daqui em diante: a China. A gigante de co-working fechou recentemente uma rodada de investimento de US$ 500 milhões para expansão nesse mercado.

A rodada de investimentos foi liderada pelo venture capital Trustbridge Parners e também teve participação dos fundos Temasek, SoftBank Vision Fund e Hony Capital. Com o aporte, a startup alcançou o valuation de US$ 5 bilhões.

A presença da WeWork na China tem crescido ultimamente – em abril deste ano, a startup adquiriu sua concorrente chinesa NakedHub por US$ 400 milhões. Com o investimento, a startup se fortalece ainda mais no país ao superar o co-working UCommune no valor dos aportes recebidos.

E parece que a empresa ainda deseja ir além – no mês passado, Rajeev Misra, investidor que comanda o fundo de investimentos do SoftBank, afirmou que a WeWork deseja receber investimentos sob o valuation de US$ 35 bilhões.

Segundo o investidor, a startup tem potencial para alcançar esse valor e ainda mais. “Um ano atrás, disseram para nós que a WeWork estava superavaliada por US$ 17 bilhões no mercado imobiliário”, disse Misra na última conferência CogX em Londres. “Adivinhe, eles querem levantar capital no valuation de US$ 35 bilhões hoje. Talvez seja superavaliado, mas eu acredito que eles se tornarão uma empresa de US$ 100 bilhões nos próximos anos”, completou.

(Via Recode)

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store