Tencent está próxima de firmar negócios pela primeira vez no Brasil

Avatar

Por Lucas Bicudo

13 de setembro de 2018 às 17:27 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Tencent, chinesa que é uma das quatro maiores empresas de Internet do mundo, está perto de firmar negócios aqui no Brasil pela primeira vez, segundo informações da a EXAME.

A Tencent era originalmente uma empresa de software, co-fundada por Ma Huateng e Zhang Zhidong, na China. Em 1999, lançou o OICQ, que basicamente era um homônimo do falecido ICQ. Foi o primeiro grande sucesso da companhia, que cresceu exponencialmente e recebeu respostas satisfatórias de seus usuários. A partir daí sua trajetória foi meteórica. No final do primeiro ano, o OICQ, que agora respondia pela alcunha de QQ, tinha um milhão de usuários; dentro de dois anos, o número já estava na casa dos cinco milhões; 100 milhões em três anos e, no ano passado, em 2017, chegou a 1 bilhão de usuários registrados.

Do aplicativo de mensagens instantâneas, a Tencent expandiu sua cartilha de serviços para jogos interativos em smartphones e PCs. Desde então, a companhia se transformou em um dos maiores fornecedores de videogames do mundo e acabou desenvolvendo o WeChat, que é basicamente um aplicativo multiuso de redes sociais, mensagens e comércio eletrônico.

No Brasil, as negociações são com a Dotz, que administra de programas de fidelidade. Em 2009, a empresa começou a trabalhar com varejo online. Em seu modelo de negócios: a cada um real em compras, o cliente acumulava um valor em pontos Dotz para trocar por produtos ou outros serviços de lojas parceiras. Hoje são mais de 23 milhões de clientes cadastrados e R$ 70 bilhões em vendas incentivadas nos últimos dois anos. A Dotz Indústria é um serviço o qual o cliente pode aumentar as vendas e a rentabilidade do seu produto na gôndola, além de ter acesso à uma análise de perfil dos compradores e à divulgação nos canais de comunicação da Dotz.

Segundo a EXAME, a Tencent já verifica os números da companhia brasileira.

(via Exame)

StartSe de olho na China!

A StartSe traz para São Paulo o China Day Conference, evento completamente focado em discutir pontos como esses com maior profundidade! Se você quer saber ainda mais sobre a China, não deixe de conferir nossa semana de imersão por lá, liderada por Ricardo Geromel.