Tencent, maior empresa de games do mundo, firma parceria com Square Enix

Avatar

Por Lucas Bicudo

31 de agosto de 2018 às 15:00 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Tencent formou uma aliança estratégica com a empresa japonesa de games Square Enix, para desenvolver títulos originais. As duas empresas desenvolverão conjuntamente os chamados jogos AAA – aqueles com os maiores orçamentos e recursos de marketing.

A aliança incluirá o estabelecimento de uma nova joint venture entre os parceiros, bem como o licenciamento cruzado de propriedades intelectuais existentes.

“Temos fortes expectativas para essa aliança estratégica com o Square Enix Group”, disse Steven Ma, vice-presidente sênior da Tencent, em comunicado. “A aliança nos permitirá unir nossa ampla gama de recursos de serviços de Internet à excelente criatividade do Square Enix Group e fornecer aos nossos clientes experiências de conteúdo sem precedentes em uma base global”.

A Square Enix é a desenvolvedora do Final Fantasy, game que já vendeu mais de 141 milhões de cópias internacionalmente, bem como outros títulos populares, incluindo Dragon Quest e Tomb Raider.

A aliança representa um movimento estratégico da Tencent na indústria internacional de games. A companhia chinesa também detém uma participação de 40% no estúdio norte-americano Epic Games, além de ter anunciado no início deste ano planos para lançar a febre Fortnite na China.

No entanto, a Tencent, que opera o maior negócio de videogames do mundo em receita, está enfrentando desafios regulatórios em casa. Na quinta-feira, o Ministério da Educação da China disse que planeja limitar o número de novos jogos liberados e restringir a quantidade de tempo que crianças e adolescentes passam jogando, para ajudar a prevenir e controlar miopia.

No ano passado, a Tencent adicionou controles para limitar quanto tempo os jovens gastam em seus jogos, incluindo tempo de jogo limitado para menores de 12 anos. Um dia depois, um comentário no People’s Daily comparou o popular jogo Honor of Kings como “veneno”. A declaração do Ministério da Educação foi o mais recente golpe para a indústria chinesa de videogames, que já está sujeita à suspensão do processo de aprovação do jogo desde março.

(via South China Morning Post)

StartSe de olho na China!

A StartSe traz para São Paulo o China Day Conference, evento completamente focado em discutir pontos como esses com maior profundidade! Se você quer saber ainda mais sobre a China, não deixe de conferir nossa semana de imersão por lá, liderada por Ricardo Geromel.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store