Rival chinesa da Netflix criada pelo Baidu fará IPO de US$ 1,5 bilhão

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

28 de fevereiro de 2018 às 12:43 - Atualizado há 3 anos

Logo Summit 2021 O evento que irá definir o ponto de partida para você construir sua estratégia vencedora para 2021

100% online e gratuito

De 23 a 25 de Fevereiro, das 17hs às 20hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Baidu é a empresa de tecnologia equivalente ao Google na China. Hoje, além do buscador na internet, o Baidu oferece uma gama variada de produtos que vão desde streaming de música à antivírus. Uma das empresas criadas pelo Baidu é a iQiyi, um streaming de vídeo chinês semelhante a Netflix.

O iQiyi realizará uma oferta pública inicial de ações no valor de US$ 1,5 bilhão, já registrado na U.S Securities and Exchange Comission. A empresa pretende ser listada na Nasdaq, bolsa de valores norte-americana, com o símbolo “IQ”. Segundo informações da iQiyi, o Baidu continuará a ser a empresa majoritária em ações do serviço de streaming mesmo após o IPO.

Atualmente, o serviço de streaming do Baidu já possui mais de 50 milhões de membros inscritos e é o mais popular da China. Com o capital obtido no IPO, a intenção da iQiyi é de expandir o serviço e aumentar a oferta de conteúdo.

A oferta pública inicial de ações da iQiyi será liderada pela Goldman Sachs (Ásia), Credit Suisse e BofA Merrill Lynch.

iQiyi x Netflix

Por mais que sejam concorrentes, os dois serviços de streaming já realizaram parcerias e trabalharam juntos. Em abril de 2017, as empresas entraram em um acordo para que conteúdos produzidos pela Netflix (como as séries Stranger Things e Black Mirror, por exemplo) entrassem no catálogo da IQiyi.

Empresas chinesas estão ganhando cada vez mais força no maior mercado do mundo – a China -, e expandindo suas soluções para outros países,  inclusive concorrendo com empresas norte-americanas, como no caso iQiyi x Netflix. Para conhecer de perto empresas como essas e startups que estão revolucionando o mercado, estamos promovendo uma Missão para a China – um período de imersão em aprendizado com os maiores empreendedores e empresas do país.

(Via CNBC)

[php snippet=5]