JD.com e Walmart investem US$ 500 milhões em chinesa de serviços de logística

Avatar

Por Lucas Bicudo

3 de setembro de 2018 às 13:34 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A empresa de serviços de logística, Dada-JD Daojia, levantou US$ 500 milhões da JD.com e do Walmart, para acelerar o crescimento de sua rede de distribuição em toda a China.

A empresa é composta por duas empresas e é parcialmente detida pela JD.com. A Dada opera uma rede de 5 milhões de entregadores, enquanto a JD Daojia faz parcerias com lojas de varejo e fornece serviços de entrega de mantimentos.

O Walmart, que já havia investido US$ 50 milhões em 2016, colocou mais US$ 320 milhões nessa nova rodada. “Estamos confiantes de que essa colaboração mais profunda com a Dada-JD Daojia melhorará nossa presença omnichannel e proporcionará uma melhor experiência ao cliente O2O (online para offline)”, disse Tan Wern-yuen, presidente e executivo-chefe do Walmart China.

O Walmart tem pressionado sua rede de varejo na China para integrar ao movimento do “Novo Varejo”. No início deste ano, a varejista abriu seu primeiro supermercado de alta tecnologia, em Shenzhen, no sul do país, que irá estocar produtos que os clientes também poderão comprar em sua loja online alocada no portal JD Daojia.

Formada quando a JD.com fundiu certos ativos de negócios com a Dada Nexus, a empresa é diferente das próprias operações de logística da JD.com, porque depende principalmente de entregadores freelancers. É uma engrenagem fundamental na batalha com a Alibaba, que envia milhões de comerciantes às ruas chinesas diariamente.

Nos horários de pico, Dada-JD Daojia disse que entrega 1 milhão de pedidos por dia, e sua plataforma também funciona como um portal de compras, que promete entrega dentro de uma hora.

“A Dada-JD Daojia aprofundará em parcerias com os principais varejistas e melhorará a eficiência da cadeia de suprimentos por meio da tecnologia”, afirmou o presidente-executivo da empresa, Philip Kuai, em comunicado. Atualmente, a empresa atende 200 lojas Walmart, em 30 grandes cidades chinesas.

A Alibaba é o principal player de e-commerce no continente, enquanto a Tencent é forte em redes sociais e jogos, além de ter, juntamente com o Walmart, uma participação considerável na varejista online número dois da China, JD.com.

StartSe de olho na China!

A StartSe traz para São Paulo o China Day Conference, evento completamente focado em discutir pontos como esses com maior profundidade! Se você quer saber ainda mais sobre a China, não deixe de conferir nossa semana de imersão por lá, liderada por Ricardo Geromel.

(via South China Morning Post)

Baixe já o aplicativo da StartSe

 

App StorePlay Store