Governo chinês investe com tudo em blockchain e cria fundos bilionários

A cooperação global, a convergência com as indústrias, o consenso e a autonomia serão a chave para o sucesso da Token Economy

Avatar

Por Lucas Bicudo

31 de julho de 2018 às 18:33 - Atualizado há 2 anos

blockchain

O governo de Nanjing – a capital da província chinesa de Jiangsu – anunciou na abertura da Industrial Public Chain Summit (IPCS), que lançará um fundo de 10 bilhões de RMB (US$ 1,48 bilhão) para promover projetos públicos com blockchain. A ideia é ver a tecnologia em plataformas transnacionais, de conteúdo, saúde, energia, propriedade intelectual e proteção ambiental.

Os primeiros beneficiários do fundo serão a Fundação UDAP, uma plataforma de ativos descentralizada, e a Comunidade TokenX. Nanjing também facilitará com que empresas de blockchain mudem sua base para a cidade.

“A cooperação global, a convergência com as indústrias, o consenso e a autonomia serão a chave para o sucesso da Token Economy”, disse Wang Xiaohui, vice-presidente do Centro de Pesquisas da Indústria de Internet da Universidade de Tsinghua, na cúpula.

Oh Kap-soo, presidente do instituto de pesquisa Global Finance Society – financiado pelo governo da Coréia do Sul -, também participou do evento e disse que blockchain tem amplas aplicações em educação, ciência e finanças, e que os dois países trabalhando juntos podem acelerar o desenvolvimento da tecnologia.

China toda de olho em blockchain!

Em abril, um fundo semelhante foi anunciado na cidade de Hangzhou, província de Zhengjiang, chamado Grand Shores Global Blockchain Ten-Billion Innovation Fund. Hangzhou já é um centro de tecnologia de informação de ponta e de veículos autônomos e elétricos, mas agora o governo começa a expandir essa oferta principalmente para blockchain.

Cada vez mais, projetos desse tipo são direcionados ao setor de mobilidade e transporte. Recentemente a empresa de compartilhamento de bicicletas, Ofo, lançou uma função em Cingapura para usar a tecnologia para incentivar os usuários a usarem bicicletas.

O Grand Shores alega ter garantido do governo de Hangzhou 30% de sua meta de 10 bilhões de RMB (US$ 1,5 bilhão). O fundo foi criado por Yao Yongjie, um dos primeiros investidores da fabricante chinesa de máquinas de mineração de Bitcoin, Canaan Creative. Li Xiaolai, um investidor na EOS, também está apoiando a iniciativa.

O fundo está investindo dezenas de milhões de dólares no projeto da Chexianglian. Não há muitas informações públicas disponíveis sobre os termos do acordo ainda, mas segundo relatos da mídia chinesa, será muito semelhante ao Car Sharing Chain, anunciado há poucos dias pelo fundador da Kuaidi Dache, Chen Weixing.

O Car Sharing Chain utiliza a tecnologia de blockchain para permitir que motoristas e passageiros controlem plataformas de ride-hailing (ao estilo Uber), no lugar dos aplicativos atuais, que operam como uma plataforma de agregação centralizada em oferta e demanda.

Yao afirmou em um post do WeChat que a equipe da Chexianglian terá mais de 60 pessoas e mais de 10 mil carros na rua desenvolvendo a tecnologia.

Hangzhou possui dezenas de parques industriais especializados em alta tecnologia, como a Zona de Alta Tecnologia de Hangzhou, o Centro Industrial de Dajiangdong, a Zona de Desenvolvimento Econômico de Hangzhou e a Zona de Desenvolvimento Econômico de Xiaoshan.

Funcionários do governo que administram a Future Tech City construíram um pacote completo de serviços de apoio na operação do distrito, que inclui registro de patente, petição da FDA, registro de empresa, serviços de processamento em nuvem da Alibaba e espaço de laboratório totalmente equipado para prototipagem e desenvolvimento. De acordo com o jornal Daily China, Hangzhou é “o modelo de inovação da China”.

StartSe de olho na China!

A StartSe traz para São Paulo o China Day Conference, evento completamente focado em discutir pontos como esses com maior profundidade! Se você quer saber ainda mais sobre a China, não deixe de conferir nossa semana de imersão por lá, liderada por Ricardo Geromel.

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store