Didi Chuxing suspende seus serviços noturnos sob demanda temporariamente

Essa parada deve permitir que a startup adote medidas adicionais de segurança, como uma atualização de um botão de pânico para uma ligação direta com a polícia

0
shares

A Didi Chuxing suspenderá todos os seus serviços noturnos na China por uma semana, para efetuar uma revisão de suas práticas de segurança, após a morte de dois passageiros nos últimos três meses. A suspensão será aplicada aos serviços de táxi por demanda e outros serviços sob demanda na plataforma, entre as 23h e as 5h, até 15 de setembro. As informações são da própria Didi, em comunicado nessa terça-feira (04).

Essa parada deve permitir que a startup adote medidas adicionais de segurança, como uma atualização de um botão de pânico para uma ligação direta com a polícia. A empresa também testará a gravação de áudio durante a viagem e intensificará as verificações de antecedentes dos motoristas, além da expansão de uma equipe interna de atendimento ao cliente (5 mil para 8 mil funcionários). No mês passado, a empresa lidou com uma média diária de 2,12 milhões de chamadas recebidas, 71% das quais foram processadas por chatbots habilitados para IA.

A reformulação ocorre após a morte de uma jovem passageira nas mãos de um motorista, o que trouxe a empresa de volta à investigação, depois que seus esforços anteriores para aumentar a segurança não conseguiram evitar o crime. Uma análise dos registros do tribunal público feita pelo South China Morning Post mostrou pelo menos uma dúzia de condenações de agressão sexual envolvendo motoristas e seus passageiros.

A polícia da cidade de Yueqing, na província de Zhejiang, leste da China, no mês passado encontrou o corpo de uma mulher de 20 anos de idade. Na ocasião, as autoridades prenderam o motorista, que confessou o assassinato. Em maio, outra mulher, de 21 anos, foi morta em Zhengzhou, na região central da China, supostamente por um motorista não registrado da Didi.

Depois de ficar em silêncio por três dias, o fundador da Didi, Cheng Wei, e o presidente Jean Liu oficializaram um pedido de desculpas pela segunda morte, culpando a "expansão sem fôlego" e a busca de escala como razão subjacente que levou às falhas na segurança.

A startup, celebrada na China por derrotar o poderoso Uber, deixou a "vaidade" superar suas "crenças originais", disseram, e a empresa agora priorizará a segurança como o mais importante indicador de desempenho, abandonando escala e crescimento como medida de sucesso.

O modelo de negócios do Hitch, o serviço semelhante a uma versão online de carona, será "completamente reavaliado" e "suspenso indefinidamente" até que haja um mecanismo de proteção de segurança que seja aceito pelos usuários.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma afirmou em comunicado na semana passada, que várias agências governamentais irão coordenar a regulamentação das operadoras de vôos, enquanto expande o uso do sistema de crédito social do país em todo o setor de transporte.

Contando com o BAT como acionistas, a Didi estaria explorando uma oferta pública inicial de ações, enquanto trava uma batalha com players como Meituan-Dianping.

(via South China Morning Post)

StartSe de olho na China!

A StartSe traz para São Paulo o China Day Conference, evento completamente focado em discutir pontos como esses com maior profundidade! Se você quer saber ainda mais sobre a China, não deixe de conferir nossa semana de imersão por lá, liderada por Ricardo Geromel.

Junte-se a mais de 400.000 Empresários e Profissionais Para Conhecer os Negócios Mais Disruptivos do Mundo!

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Investimentos
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema

Comentários