Reguladores na China propõe disciplinar a mineração de Bitcoin

José Eduardo Costa

Por José Eduardo Costa

9 de abril de 2019 às 10:04 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A agência reguladora do governo chinês encarregada de formular políticas macroeconômicas está rotulando a mineração de bitcoin como uma indústria “indesejável”, recomendando aos governos locais que eliminem o setor no país.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC), a principal agência de planejamento econômico da China, o maior mercado mundial de mineração de bitcoin, divulgou nesta segunda-feira (8) uma lista de setores que planeja promover, restringir ou eliminar.

A mineração de bitcoin, o processo de criação da criptomoeda e outras moedas digitais, por meio de métodos computacionais, foi considerado arriscado pois “faltavam condições de produção segura”, entre outras questões, avaliou a NDRC.

A versão final do projeto ainda passará por escrutínio público, podendo ter seu texto alterado. O público terá até o dia 7 de maio para revisar o documento e compartilhar seus comentários, propondo emendas ao projeto. Após essa fase, a versão final será publicada e se tornará efetiva.

Formalmente lançada em 1998, a CNDR é agora um dos 26 departamentos ministeriais que formam o Conselho de Estado do Governo central da China. A função do Conselho é estudar e desenvolver políticas macroeconômicas.

A agência publicou o primeiro Catálogo para a Reestruturação da Indústria Orientadora, projeto que agora foi atualizado, em 2005. O objetivo é informar os governos locais sobre quais setores são encorajados e quais não são, considerando políticas públicas de Governo.

O Catálogo foi posteriormente revisado e atualizado em 2011, 2013 e 2016, respectivamente, e está passando por outra revisão.