Alibaba compra Kaola, e-commerce da NetEase, por US$ 2 bilhões

João Ortega

Por João Ortega

6 de setembro de 2019 às 13:17 - Atualizado há 1 ano

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

A Alibaba anunciou nesta quinta-feira (5) a aquisição da Kaola, plataforma chinesa de e-commerce internacional, por US$ 2 bilhões. A Kaola pertencia ao NetEase, gigante do mercado de games, e agora ficará subordinado ao Tmall Global, e-commerce cross-border da Alibaba. A operação e a marca das plataformas, no entanto, permanecem independentes.

Assine a newsletter Conexão China e receba conteúdo exclusivo semanal sobre a maior potência inovadora do Oriente!

Tmall Global e Kaola são os dois maiores e-commerces internacionais da China, com 28% e 25% do mercado, respectivamente. Isto significa que a Alibaba possui mais da metade do mercado após a aquisição, o que a posiciona ainda mais como um império do e-commerce no país e no mundo. Em outras palavras, 53% de todos os produtos adquiridos pelos chineses no exterior, por meio de uma plataforma de ecommerce, passam pela Alibaba.

Daniel Zhang, CEO da Alibaba, afirmou que vê o setor de importação na China ainda na “fase da infância”. “A Alibaba está confiante no futuro do mercado de importação em e-commerce, que tem grande potencial de crescimento”, disse, em comunicado.

No mesmo anúncio, a Alibaba confirmou que vai investir US$ 700 milhões no serviço de streaming de música da NetEase. A gigante do e-commerce, no entanto, será acionista minoritária da plataforma, que permanece sob gestão da empresa de games.